Show simple item record

dc.contributor.advisorMelchiors, Ana Carolina, 1981-pt_BR
dc.contributor.authorGermano, Jaqueline de Limapt_BR
dc.contributor.otherFernández-Llimós, Fernandopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Assistência Farmacêuticapt_BR
dc.date.accessioned2022-08-08T12:03:40Z
dc.date.available2022-08-08T12:03:40Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/67205
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Ana Carolina Melchiorspt_BR
dc.descriptionCoorientador: Prof. Dr. Fernando Fernandez-Llimóspt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Assistência Farmacêutica. Defesa : Curitiba, 13/02/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 64-75pt_BR
dc.description.abstractResumo: A Artrite Reumatoide (AR) é uma doença inflamatória, crônica e autoimune caracterizada por sinovite periférica que, sem tratamento, evolui para manifestações extra-articulares com deformidades irreversíveis. Fatores genéticos, ambientais e imunológicos estão envolvidos na sua patogênese. No Brasil, a AR tem seu diagnóstico e esquema terapêutico preconizados através dos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) do Ministério da Saúde (MS); os medicamentos utilizados no tratamento da doença estão disponíveis na rede pública de saúde através do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF). Os estudos do perfil da população e de utilização de medicamentos para AR no estado do Paraná, podem possibilitar o desenvolvimento de novas estratégias para o monitoramento das tecnologias em saúde quanto à efetividade, a segurança e o seu uso racional. Trata-se de um estudo observacional descritivo retrospectivo que avaliou a prevalência da AR e o perfil de utilização dos medicamentos no período de 2008 a 2018 no CEAF do estado do Paraná. A taxa de prevalência observada na população do estudo foi de 0,032% no ano de 2008 e 0,135%, no ano de 2018, sendo observado crescimento da taxa no período estudado de cinco vezes; as microrregiões do Paraná, também apresentaram perfil de crescimento da prevalência da doença; confirmando as tendências mundiais de aumento na prevalência da AR. Com relação ao tratamento farmacológico, destacou-se o crescimento da utilização dos medicamentos imunossupressores (com destaque para azatioprina) e biológicos ao longo dos anos de 2008 a 2018. As alterações dos PCDT ao longo do tempo do estudo justificaram alterações no perfil de utilização dos medicamentos, bem como as diretrizes internacionais de AR e as características particulares de cada medicamento e de suas reações adversas. O medicamento sintético mais utilizado durante o estudo foi o metotrexato 2,5mg (47,2% em 2018) e entre os medicamentos biológicos o etanercepte 50mg (8% em 2018) foi o mais utilizado pela população estudada. Os resultados do estudo podem ser úteis para a traçar melhorias sobre tecnologias em saúde para AR e seu uso racional, bem como estimular melhores medidas de saúde pública no manejo da AR no estado do Paraná. Palavras-chave: 1. Artrite reumatoide. 2. Prevalência. 3. Estudo de Utilização de Medicamentos. 4. CEAF. 5. Epidemiologia.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Rheumatoid Arthritis (RA) is an inflammatory, chronic and autoimmune disease characterized by peripheral synovitis that, without treatment, evolves to extra-articular manifestations with irreversible deformities. Genetic, environmental and immunological factors are involved in its pathogenesis. In Brazil, RA has its diagnosis and therapeutic scheme recommended through the Clinical Protocols and Therapeutic Guidelines (PCDT) of the Ministry of Health (MS); the drugs used to treat the disease are available in the public health system through the Specialized Component of Pharmaceutical Assistance (CEAF). Studies on the profile of the population and the use of medicines for RA in the state of Paraná, may enable the development of new strategies for monitoring health technologies in terms of effectiveness, safety and their rational use. This is a retrospective descriptive observational study that assessed the prevalence of RA and the profile of drug use in the period from 2008 to 2018 at CEAF in the state of Paraná. The prevalence rate observed in the study population was 0.032% in 2008 and 0.135% in 2018, with a five-fold increase in the period studied; the micro-regions of Paraná also showed a profile of growth in the prevalence of the disease; confirming global trends in increasing prevalence of RA. Regarding pharmacological treatment, the growth in the use of immunosuppressive drugs (with emphasis on azathioprine) and biological drugs from 2008 to 2018 was highlighted. Changes in PCDTs over the study period justified changes in the use profile medications, as well as the international RA guidelines and the particular characteristics of each medication and its adverse reactions. The synthetic drug most used during the study was methotrexate 2.5mg (47.2% in 2018) and among biological drugs etanercept 50mg (8% in 2018) was the most used by the population studied. The results of the study can be useful to outline improvements in health technologies for RA and its rational use, as well as to stimulate better public health measures in the management of RA in the state of Paraná.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectArtrite reumatoidept_BR
dc.subjectMedicamentos - Utilizaçãopt_BR
dc.subjectEpidemiologiapt_BR
dc.subjectFarmáciapt_BR
dc.titleEstudo de utilização de medicamentos para artrite reumatóide no componente especializado da assistência farmacêutica no estado do Paranápt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record