Show simple item record

dc.contributor.advisorSchmid, Aloísio Leoni, 1968-pt_BR
dc.contributor.authorMiskalo, Annept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Construção Civilpt_BR
dc.date.accessioned2019-04-03T13:50:41Z
dc.date.available2019-04-03T13:50:41Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/59390
dc.descriptionOrientador: Dr. Aloísio Leoni Schmidpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Construção Civil. Defesa : Curitiba, 22/07/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 155-164pt_BR
dc.descriptionAmbiente Construído e Gestãopt_BR
dc.description.abstractResumo: Uma das motivações para a realização desta pesquisa foi a oportunidade de explorar as percepções e os significados produzidos pelas experiências dos trabalhadores de escritórios, sobre o local de trabalho, com o intuito de identificar se há diferenças na percepção ambiental desses usuários de acordo com o pavimento em que trabalham. Por essa razão, o objetivo deste estudo é conhecer, de forma preliminar, a percepção ambiental de trabalhadores de escritórios de acordo com o pavimento em que trabalham. Esta pesquisa consiste de um estudo exploratório, envolvendo levantamento de opinião e com enfoque qualitativo. Realizou-se a pesquisa por meio dos estudos-piloto e do estudo final, sendo desenvolvida em três etapas: (1) o primeiro estudo-piloto com 39 estudantes universitários do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Construção Civil (PPGECC), da Universidade Federal do Paraná (UFPR), na cidade de Curitiba-PR, Brasil, (2) o segundo estudopiloto com 32 trabalhadores de escritórios de um edifício alto na cidade de Foz do Iguaçu-PR, Brasil e (3) o estudo final com 14 trabalhadores de escritórios de um edifício alto na cidade de Curitiba-PR, Brasil. No total, 85 sujeitos participaram desta pesquisa, dos quais 53 (62%) são do gênero feminino e 32 (38%) são do gênero masculino. Como instrumento de coleta de dados, utilizou-se três questionários mistos, autoadministrados, elaborados sequencialmente conforme o desenvolvimento da pesquisa. Os dados foram organizados e interpretados pela técnica da Análise de Conteúdo por categorias temáticas. Como resultados, de acordo com os participantes do primeiro e segundo estudo-piloto, as principais vantagens do escritório térreo são o acesso/locomoção e a ausência da necessidade de escadas e elevadores; e as principais desvantagens são o ruído e a insegurança. Em relação ao escritório em edifício alto, as principais vantagens são a segurança, a vista e menos ruído; e a principal desvantagem é o acesso/locomoção. Sobre a satisfação com o local de trabalho, a maioria dos participantes do segundo estudopiloto e do estudo final indicaram estar satisfeitos/as ou muito satisfeitos/as, sendo as respostas distribuídas semelhantemente nos andares de cada edifício. Ao analisar os dados coletados no levantamento, constatou-se que a percepção ambiental auxiliou para explorar o tema, bem como para alcançar os objetivos propostos. A pesquisa pretende contribuir para os estudos interdisciplinares sobre a relação pessoa-ambiente e para as pesquisas a respeito da percepção ambiental dos trabalhadores de escritórios, de acordo com o pavimento em que trabalham. Ainda, tem a intenção de auxiliar os profissionais da área pessoa-ambiente para que possam elaborar e propor ambientes/projetos de escritórios que também considerem as expectativas e as preferências dos usuários, mediante o conhecimento das características indicadas por eles como positivas ou negativas sobre o local de trabalho. Ademais, sugere-se a realização de mais estudos para compreender a relação entre o pavimento do escritório e a percepção ambiental dos trabalhadores. Palavras-chave: Percepção ambiental. Escritório. Edifício alto. Análise de conteúdo.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: One of the motivations of this research was the opportunity to explore the perceptions and meanings produced by the experiences of office workers, about the workplace, in order to identify if there are differences in environmental perception of these users according to the floor level in which they work. For that reason, the aim of this study is to know, in a preliminary way, the environmental perception of office workers according to the floor level in which they work. This research consists of an exploratory study, involving opinion data and a qualitative approach. The research was conducted by pilot studies and a final study, being developed in three steps: (1) the first pilot study with 39 university students of the Graduate Program of Civil Construction Engineering (PPGECC), of the Federal University of Paraná (UFPR) in the city of Curitiba (State of Paraná), Brazil, (2) the second pilot study with 32 office workers in a high-rise building in the city of Foz do Iguaçu (State of Paraná), Brazil and (3) the final study with 14 office workers in a high-rise building in the city of Curitiba (State of Paraná), Brazil. In total, 85 subjects participated in this research, of which 53 (62%) are feminine gender and 32 (38%) are male gender. Three mixed questionnaires, self-administered, were used as a data collection instrument, which were elaborated in sequence along the research development. The data were organized and interpreted by the technique of Content Analysis by thematic categories. As results, according to the participants of the first and second pilot studies, the main advantages of the ground floor office are access/locomotion and the absence of the need for stairs and elevators; and the main disadvantages are noise and a lacking safety. About the office in the high-rise building, the main advantages are safety, view and less noise; and the main disadvantage is access/locomotion. About the workplace satisfaction, the majority of participants of the second pilot study and of the final study declared to be satisfied or very satisfied, the answers been similarly distributed by floor level in each building. When analyzing the data collected, it was verified that the environmental perception helped to explore the theme, as well as to reach the proposed objectives. The research intends to contribute to the interdisciplinary studies on the relationship between personenvironment and to researches about the environmental perception of office workers, according to the floor level in which they work. In addition, it is intended to assist professionals of the area of person-environment for they can elaborate and propose office environments/designs that also consider the expectations and preferences of users, by knowing the features which were regarded by them as positive or negative of the workplace. Furthermore, it is suggested further studies to understand the relationship between the office floor level and the workers' environmental perception. Keywords: Environmental perception. Office. High-rise building. Content analysis.pt_BR
dc.format.extent178 p. : il. color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectPercepção geográficapt_BR
dc.subjectConstrução civilpt_BR
dc.subjectEdificios altospt_BR
dc.titlePercepção ambiental de trabalhadores de escritórios de acordo com o nível do pavimento do local de trabalho : um estudo exploratóriopt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record