Show simple item record

dc.contributor.authorMaldaner, Tainara Piontkoskipt_BR
dc.contributor.otherWeinert, Luciana Vieira Castilhopt_BR
dc.contributor.otherWeinert, Wagner Rodrigopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Litoral. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial Sustentávelpt_BR
dc.date.accessioned2018-06-04T20:43:13Z
dc.date.available2018-06-04T20:43:13Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/55810
dc.descriptionOrientadora: Profª. Dra. Luciana Vieira Castilho Weinertpt_BR
dc.descriptionCo-orientador: Profº. Dr. Wagner Rodrigo Weinertpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor Litoral, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial Sustentável. Defesa : Curitiba, 23/03/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.148-177pt_BR
dc.description.abstractResumo: Considera-se a infância um período crucial para o desenvolvimento por sua capacidade de representação do futuro. Além disto, pessoas com plenas potencialidades interagem e interferem no ambiente e na sociedade em que estão inseridos. Neste sentido, o conhecimento dos fatores ambientais, econômicos e sociais relacionados à motricidade infantil contribui para o processo de desenvolvimento humano. Este estudo tem por objetivo representar o comportamento dos condicionantes do desenvolvimento de crianças de 1 a 12 meses de idade do município de Pontal do Paraná, Paraná, Brasil, para que estes auxiliem no processo resolutivo das políticas públicas, de forma a possibilitar o desenvolvimento sustentável. A metodologia dividiu-se em quatro fases: i) investigação e classificação dos atrasos no desenvolvimento das crianças do território em questão; ii) mapeamento de regras que representam a relação entre os fatores ambientais, econômicos e sociais e a motricidade dos bebês; iii) análise das regras geradas pelo processo de mineração de dados; iv) interlocução entre os resultados e as políticas públicas destinadas para esta população no município. A coleta de dados compreendeu 1932 casos de crianças de 1 a 12 meses de idade, de ambos os sexos, classificados de acordo com o atraso no desenvolvimento motor segundo critérios da Academia Americana de Pediatria. Após o estabelecimento do perfil de motricidade dos participantes, criou-se uma base de dados, que possibilitou a extração de regras de classificação por meio do processo de mineração de dados. Especialistas na área de fisioterapia pediátrica avaliaram o conhecimento obtido. Os resultados apontam que 22,9% da população apresenta algum atraso no desenvolvimento motor. Os condicionantes que mais influenciaram este atraso foram internamento ou doença grave no primeiro ano de vida, abastecimento domiciliar por água encanada, número de gestações da mãe, notas do boletim de Apgar, idade gestacional ao nascimento e comprimento do bebê ao nascimento. No território estudado, cumpre-se sete das nove diretrizes da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança, bem como os três princípios norteadores do Sistema Único de Saúde. Conclui-se que os condicionantes socioeconômicos e ambientais complementam o estudo do desenvolvimento infantil ao permitir o mapeamento das relações entre indivíduo e território, bem como dos fatores que se associam às perturbações na motricidade infantil. Ainda, o aprofundamento no conhecimento do perfil de uma população vulnerável contribui para que as políticas públicas destinadas a esta parcela da população gerem o empoderamento progressivo e alavanquem o fortalecimento de soluções alternativas, a fim de motivar um desenvolvimento integral, sustentável e humano. Palavras-chave: Desenvolvimento Infantil. Desenvolvimento Sustentável. Informática Médica.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Childhood is a crucial period for development because of its ability to represent the future. People with full potential interact and influence with environment and society. The knowledge of environmental, economic and social factors related to child motivation contributes to the human development process. This study aims to represent the development behavior of children from 1 to 12 months in the city of Pontal do Paraná, Paraná, Brazil and assist in the resolution of public policies, in order to enable the sustainable development. Methodology was divided into four phases: (i) research and classification of delays in the development of children; ii) classification rules discovery to represent the relationship between environmental, economic and social factors and motricity; iii) analysis of the rules generated by the data mining process; iv) interlocution between the results and public policies for this population. We included 1932 cases of children 1 to 12 months of age, of both sexes, classified according to the motor development delay according to the criteria of the American Academy of Pediatrics. After establishing the participants motor skills profile, we created a database, and extracted rules through the data mining process. Specialists in pediatric physiotherapy evaluated the knowledge obtained. The results indicate that 22.7% of the population present some delay in motor development. The conditions that most influenced this delay were hospitalization or severe illness in the first year of life, home supply by treated water, number of gestations of the mother, notes of the Apgar bulletin, gestational age at birth and length of the baby at birth. In the territory studied, seven of nine guidelines of the National. Policy on Integral Attention to the Health of the Child are fulfilled, as well as the three principles of the Unified Health System. We concluded that socioeconomic and environmental conditions complement the study of development mapping the relations between individual and territory, as well as the factors that are associated with the disturbances in the children's motricity. The knowledge of the profile of a vulnerable population contributes to public policies generates progressive empowerment and strengthening of alternative solutions in order to motivate integral, sustainable and human development. Key-words: Child Development. Sustainable Development. Medical Informatics.pt_BR
dc.format.extent192 p. : il. (algumas color.), tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectxpt_BR
dc.subjectXpt_BR
dc.titleInfância e sustentabilidade : modelo computacional para representação dos condicionantes do desenvolvimento infantil sob a perspectiva territorialpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record