Show simple item record

dc.contributor.advisorZétola, Paulo Robertopt_BR
dc.contributor.authorValiente, Carlos José Borbapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Curso de Especialização em Medicina do Trabalhopt_BR
dc.date.accessioned2022-03-29T18:18:24Z
dc.date.available2022-03-29T18:18:24Z
dc.date.issued2012pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/46668
dc.descriptionOrientador : Paulo R. Zetola.pt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Curso de Especialização em Medicina do Trabalho.pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : A atividade laborativa faz parte das atividades humanas e exerce um papel importante na vida social das pessoas, mas para o trabalhador exercer suas atividades, necessita de saúde. Atualmente vemos um aumento dos afastamentos e atestados por transtornos mentais e comportamentais. O absenteísmo é considerado como o período de ausência ao trabalho e pode trazer muitas consequências. O estudo tem como objetivo analisar o afastamento ao INSS gerados por doenças de transtorno mental e comportamental em trabalhadores de uma fábrica automotiva em São José dos Pinhais, no período de abril de 2012 a abril de 2013. A importância do estudo das doenças mentais e comportamentais que causam afastamentos se faz necessária, visto os gastos com pagamentos de benefícios previdenciários e o custo social e a consequência no setor de trabalho. O embasamento científico foi utilizado o levantamento bibliográfico em bancos de dados da Bireme e Scielo que tratavam sobre o assunto e ainda foi realizado levantamento de prontuários e banco de dados de uma fábrica automotiva do município de São José dos Pinhais-PR. Foi analisado que em relação ao tempo de atestado a média foi de apenas um dia e, em relação ao turno que apresenta mais atestados foi observado que o período vespertino apresenta o maior percentual. Já em relação ao tipo de atestado no geral temos as patologias mentais como mais evidenciadas e entre elas a maior causa são as depressões, ansiedades e crises nervosas. Faz-se necessário avaliar o que esta levando a este aumento do número de atestados por patologias mentais e interfir na saúde do trabalhador para que haja um decrescimo deste quadro, para tal necessitam-se maiores estudos nesta temática.pt_BR
dc.format.extent[15] p. : grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.subjectAbsenteísmo (Trabalho)pt_BR
dc.subjectTranstornos mentaispt_BR
dc.subjectSaúde do trabalhadorpt_BR
dc.titleAnálise do absenteísmo devido transtornos mentais em fábrica automotiva em São José dos Pinhais-PRpt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record