Show simple item record

dc.contributor.advisorMoutinho, Luiz Damon Santos, 1964-pt_BR
dc.contributor.authorBatista, Jorge Luiz Candido dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofiapt_BR
dc.date.accessioned2020-04-29T17:29:27Z
dc.date.available2020-04-29T17:29:27Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/41860
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Luiz Damon Santos Moutinhopt_BR
dc.descriptionAutor não autorizou a divulgação do arquivo digitalpt_BR
dc.descriptionDissertaçao (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Defesa: Curitiba, 30/07/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 118-119pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Filosofiapt_BR
dc.description.abstractResumo: Ao investigar as tecnologias sobre os corpos, Foucault evidencia as relações concretas de poder a atravessá-los, de modo a por em marcha uma série de dispositivos a funcionar como apoiadores materiais de um dado regime de verdade. Dentre estes regimes de verdade a compor vigentes padrões de comportamentos, está aquele construído em torno das relações de cunho econômico, produtivo. Relações de produção estas tendo sido ampla e profundamente analisadas por Karl Marx, que deixou abrangente legado com suas teorias, que alcançaram vigorosa envergadura política e econômica. Às concepções oriundas de Marx, no entanto, esta busca por precisar os sujeitos históricos sobredeterminados a partir dos modos de produção em que se inserem, escapa uma diversidade de outros enfrentamentos não articulados a partir, ou em torno, de uma luta com fundamentação classista. Além disso, esta noção de sujeito coletivamente ontologizado como classe, encarnado como genuíno agente transformador das condições sociais à baila dos modos de produção, demarca às análises e ações uma estrita articulação em torno das relações econômicas stricto sensu. Com isso, o marxismo acaba, ao invés de combater, fundando um regime de verdade assentado sobre as mesmas bases econômicas do ideário dito burguês ao qual se propõe combater. À luz de uma ótica foucaultiana, torna-se possível uma tentativa de desconstrução desta rígida noção de sujeito, o que permitiria a promoção, o evidenciamento, um melhor entendimento das disposições estratégicas de diversas outros confrontos a compor a teia das relações de poder. Palavras chave: Trabalho. Luta de classes. Capitalismo. Biopolítica, Governamentalidade. Homo oeconomicuspt_BR
dc.description.abstractAbstract: To investigate the technologies on the bodies, Foucault make it evident concrete power relations through them, by working a set of devices operating as support points of a regime of truth. Among these regimes of truth that comprise patterns of behavior, it is one that is built around the economic relations, productive. These production relations have been profoundly analyzed by Karl Marx, who left comprehensive legacy with his theories that achieved strong dimension political and economic. The concepts derived from Marx, however, need of historical subjects about certain modes of production in that are inserted, escapes a variety of other confrontations not articulated, or around, of a fight with classist foundation. In addition, this notion of subject collectively ontologized as a class, incorporated as authentic transforming agent of social conditions brings into focus the modes of production, delineates the analyses and actions strict articulation around the economic relations in the strict sense. This way, is founded by Marxism a regime of truthbased on the same economic basis of bourgeois ideology which it propose to criticize. In the light Foucault's perspective it has become possible an attempt by deconstruction on this rigid notion of subject. Thus enabling the promotion, the evidencing a better understanding of the strategic provisions of several others confrontations to compose the web of power relations. Keywords: Work. Class Struggle. Capitalism. Biopolitics. Governmentality. Homo oeconomicus.pt_BR
dc.format.extent119f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCapitalismo - Conflito socialpt_BR
dc.subjectMaterialismo históricopt_BR
dc.subjectBiopolíticapt_BR
dc.subjectHomem econômicopt_BR
dc.subjectCNPqpt_BR
dc.titleLuta de classes e estratégia : sujeitos de Marx e Foucault diante do confrontopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record