Show simple item record

dc.contributor.authorPscheidt, Jean Felipept_BR
dc.contributor.otherAraújo, Rosane Cardoso dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Artes, Comunicação e Design. Programa de Pós-Graduação em Músicapt_BR
dc.date.accessioned2015-05-21T18:15:13Z
dc.date.available2015-05-21T18:15:13Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/38074
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Rosane Cardoso de Araújopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Artes, Comunicação e Design, Programa de Pós-Graduação em Música. Defesa: Curitiba, 23/02/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionLinha musical : Educação musical e cogniçãopt_BR
dc.description.abstractResumo: Esta pesquisa contempla aspectos relacionados à interconectividade entre aprendizagem e identidade como forma de aprofundamento de questões a respeito do processo de ser e tornar-se um baterista profissional no cenário musical da cidade de Curitiba-PR. O modelo teórico Snowball Self proposto por Smith (2013) surge como ferramenta para conduzir a análise dos dados ao oferecer um quadro teórico que permitiu compreender a relação entre as práticas, aprendizagens e identidades realizadas por bateristas. Desta forma, esta pesquisa apresentou como objetivo geral investigar a percepção de bateristas a respeito de sua identidade profissional sob a perspectiva do modelo Snowball Self. Este enfoque permitiu uma discussão a respeito do músico popular enquanto suas experiências formativas e identidades assumidas ao decorrer de sua trajetória profissional. A metodologia utilizada nessa pesquisa foi a de estudo de casos múltiplos, realizada com três bateristas. A análise dos dados foi organizada de acordo com as categorias que compõem o modelo teórico utilizado, sendo elas: Realização de aprendizagem ativa; Realização de aprendizagem passiva; Realização de identidade ativa; Realização de identidade passiva; Meta-identidade principal e Identidades contextuais. Os resultados permitiram compreender que os bateristas buscam desenvolver suas habilidades por meio de vários contextos e modos de aprender, o autodidatismo surge em caráter temporal, presente principalmente no início da carreira. Aspectos da identidade retratam a relação com o instrumento tanto em caráter logístico bem como musical, o que torna a ação dos bateristas algo particular, seja ao adquirir o seu instrumento, ao moldá-lo de acordo com determinados trabalhos, bem como em momentos de transportá-lo. A carreira do baterista, por meio dos casos estudados, mostrou-se multidirecional onde várias funções são incorporadas ao decorrer do tempo. Essas experiências configuram uma noção dinâmica de identidade e ilustram a tendência entre os casos estudados de assumir diversas funções ao decorrer da carreira como fruto de desafios impostos a si mesmos, e também como resultado de opções do mercado onde estão inseridos. Esta pesquisa contribui com a área da educação musical e cognição ao fornecer a perspectiva de bateristas a respeito de suas experiências, aprendizagens e identidades realizadas ao decorrer de suas carreiras. Palavras-chave: Baterista. Identidade profissional. Aprendizagem. Snowball Self. Carreira de músico.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This research concerns aspects related to the interconnectivity between learning and identity as a way of deepening questions about the process of being and becoming a professional drummer in the music scene of Curitiba-PR city. The theoretical model Snowball Self proposed by Smith (2013) appears as a tool to conduct data analysis by providing a theoretical framework that allows the understanding of the relationship between practices, learning and identities carried out by drummers. Thus, this research presented the goal of investigating the drummers' perception of their professional identity under the perspective Snowball Self model. This approach allowed a discussion concerning the popular musician study as his formative experiences and identities assumed throughout the course of his career. The methodology used in this research was the multiple cases held with three drummers. Data analysis was organized according to the categories that make up the theoretical model used, which are: Active learning realization; Passive learning realization; Active identity realization; Passive identity realization; Principal meta-identity and contextual identities. The results allowed us to understand that drummers develop their skills through a variety of contexts and ways of learning, self-education arising in the temporal character, especially early in his career. Identity aspects portray the relationship with the instrument both in logistics and in musical character, which makes the drummers' action something particular, whether be it acquiring your instrument, adapting it according to certain jobs, or transporting it. The drummer's career, through case studies, proved to be multidirectional where various functions are incorporated through time. These experiences constitute a dynamic notion of identity and illustrate the tendency among the studied cases of assuming various roles over the course of their career as a result of challenges imposed over themselves, and also due to market options where they live. This research contributes to the field of music education and cognition by providing the drummers' perspective of their experiences, learning and identities carried out throughout their careers. Keywords: Drummer. Professional identity. Learning. Snowball Self. Musician career.pt_BR
dc.format.extent121f. : il. algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDesignpt_BR
dc.titleSer e tornar-se um baterista profissional : uma análise a partir do modelo Snowball Selfpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record