Show simple item record

dc.contributor.authorPossamai, Cleide Luzia Bonfimpt_BR
dc.contributor.otherPeres, Leticia Marapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Exatas. Programa de Pós-Graduação em Informáticapt_BR
dc.date.accessioned2015-05-05T20:18:54Z
dc.date.available2015-05-05T20:18:54Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/37843
dc.descriptionOrientadora : Profª. Drª. Letícia Mara Perespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Exatas, Programa de Pós-Graduação em Informática. Defesa: Curitiba, 15/09/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O modelo de desenvolvimento adotado pelas comunidades de software livre costuma ser bastante eficaz, porém entre os maiores desafios atuais está a busca de melhorias no processo de desenvolvimento que possam facilmente ser adotadas pelas comunidades e que possuam como características: (1) facilitar a interação entre os desenvolvedores e o usuário sem conhecimento técnico, (2) prover um modelo de trabalho em ambientes distribuídos de desenvolvimento de software livre que permita o registro, organização e a rastreabilidade dos requisitos funcionais do produto. O objetivo do presente trabalho _e propor um framework de gestão e rastreabilidade de requisitos de produtos de software livre na visão do usuário sem conhecimento ou interesse técnico. Como objetivos secundários tem-se: a proposição de um conjunto de artefatos que devem ser rastreáveis pelo usuário, a proposição de uma relação de rastreabilidade entre os requisitos e artefatos associados, a proposição de um modelo de desenvolvimento, com fluxos de trabalho para o usuário e a equipe do projeto e a proposição de uma estrutura da informação para desenvolvimento de um portal do usuário.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The development model adopted by communities of open source software (OSS) is usually very effective, but it is common that the requirements for this software have been gathered mainly among sophisticated end users, such as system administrators. It is because the model tends to favor developers or people with large technical knowledge. one of nowadays greatest challenges is to propose improvements to development process that could easily be adopted by OSS communities and: facilitate the interaction between developers and non-technical users; provide a working model in distributed OSS development environments that enables traceability of product functional requirements. This work aims to present an integrated framework for OSS development to requirements gathering by non-technical users. We provide a working model in distributed OSS development environments that enables traceability of functional requirements. As results we have: (1) definition of a set of artifacts that must be traceable by the user; (2) definition of a traceability relationship for requirements and related artifacts, allowing user and development team easily recover the requirements information to implement requirements change; (3) definition of a requirements traceability matrix; (4) definition of a work flow for user and development team and (5) proposal of a structure for a portal where the users may have access to the product and contribute to its evolution.pt_BR
dc.format.extent77f. : il., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectMusica - Analise, apreciaçãopt_BR
dc.subjectSistemas de reconhecimento de padrõespt_BR
dc.subjectCiência da computaçãopt_BR
dc.titleUma proposta de framework para gestão de requesitos em produtos de software livrept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record