Show simple item record

dc.contributor.authorFreitas, Fernanda Henderikxpt_BR
dc.contributor.authorNoernberg, Mauricio Almeidapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Centro de Estudos do Mar. Curso de Graduação em Oceanografiapt_BR
dc.date.accessioned2014-11-03T14:19:18Z
dc.date.available2014-11-03T14:19:18Z
dc.date.issued2006pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36553
dc.descriptionOrientador: Mauricio Almeida Noernbergpt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Centro de Estudos do Mar, Curso de Graduação em Oceanografiapt_BR
dc.description.abstractResumo: A radiância emergente normalizada no comprimento de onda de 555 nm (nLw555), um dos produtos das imagens geradas pelo sensor MODIS-Aqua, foi utilizada na representação da turbidez costeira entre o sul do estado de São Paulo e o estado de Santa Catarina. Com o objetivo de identificar os processos causadores da turbidez e entender sua dinâmica na costa, fez-se, além da análise visual, a integração dos níveis de nLw555 retirados de sete transectos localizados nas desembocaduras dos principais rios e estuários da área de estudo com dados de precipitação e ventos adquiridos de estações meteorológicas costeiras. A análise das informações obtidas através dos transectos permitiu caracterizar a complexidade ótica da região estudada e, com a observação das imagens e dados meteorológicos, atribuí-la às variabilidades temporais e espaciais. Dos aspectos observados, destacam-se: altos níveis de nLw555 nos primeiros quilômetros de toda a costa, relacionados a proximidade dos aportes fluviais e às baixas profundidades, as quais podem proporcionar tanto o confinamento dos sólidos suspensos quanto a reflexão do fundo; aumento do nível de turbidez em períodos chuvosos, como esperado, embora pareça não haver uma correlação linear entre a quantidade de chuvas e a turbidez gerada; diferenciação entre os processos dominantes ao longo da área, sendo a turbidez nas áreas estuarinas preferencialmente atribuída a processos de dispersão e ressuspensão, apresentando valores menos intensos se comparada a turbidez da desembocadura dos rios, com gradientes mais definidos e de rápida dissipação; e influência da configuração da linha de costa e o tipo de relevo na persistência dos sinais de turbidez, bem como nos processos de mistura e dissipação quando associada a incidência de ventos mais fortes. Durante o outono e inverno, foi identificada a presença de águas com elevados índices de nLw555, resultado do transporte dos deságües do Rio da Prata e da Lagoa dos Patos pela Corrente das Malvinas, conferindo grande complexidade ótica e hidrográfica à região, com a distinção de diversos processos e feições oceanográficas. No que se refere a observação da coloração do oceano, o sensor MODIS e a nLw555 apresentam elevado potencial, sendo uma alternativa viável para o entendimento da complexidade e da variabilidade temporal e espacial dos processos vigentes na zona costeira.pt_BR
dc.format.extent73f. : il. algumas color., grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectÁgua do mar - Composiçãopt_BR
dc.subjectSensoriamento remotopt_BR
dc.subjectOceanografiapt_BR
dc.subject.ddcMpt_BR
dc.titleFontes e variabilidade da turbidez costeira : o sensor modis como ferramentapt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record