Show simple item record

dc.contributor.authorLima, Daniele Moreira dept_BR
dc.contributor.otherWall, Marilene Loewen, 1969-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagempt_BR
dc.date.accessioned2014-02-18T13:19:25Z
dc.date.available2014-02-18T13:19:25Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/34782
dc.description.abstractResumo: O puerpério é um período de transição, de adaptações, transformações físicas, biológicas e emocionais. Em virtude disso, a puérpera necessita de cuidados que contemplem essas dimensões. O puerpério cirúrgico, aquele decorrido após a cesariana, por se tratar de uma cirurgia, pode expor a mulher a maiores chances de alguns riscos, como hemorragia, infecção, dificuldades no aleitamento materno e na construção do vínculo entre mãe e bebê, além de aumentar o tempo de recuperação no pós-parto. Dessa forma, a enfermagem precisa lançar mão de instrumentos, como os modelos de cuidado, que possibilitem cuidar de mulheres no puerpério cirúrgico, capaz de visualizá-las e considerá-las em todas as suas dimensões, garantindo-lhes um cuidado integral e humanizado. Neste sentido, desenvolveu-se esta pesquisa, que teve como objetivo descrever o cuidado de enfermagem prestado à puérperas submetidas à cesárea, a partir do Modelo de Cuidado de Carraro. Esta foi uma pesquisa descritiva de abordagem qualitativa, que utilizou como referencial teórico e metodológico o Modelo de Cuidado de Carraro (MCC, 1994). Foi realizada em uma maternidade, localizada no interior do estado do Paraná, e fizeram parte do estudo nove mulheres que se encontravam no puerpério imediato após a cesariana. Com base no referencial teórico utilizado, essas mulheres foram cuidadas pela pesquisadora durante o internamento, e para aquelas que se fazia necessário, foram realizadas visitas domiciliares. Os dados foram coletados nos meses de março, abril e maio de 2013, e a análise dos mesmos aconteceu sob a perspectiva da última etapa do Modelo de Cuidado proposto por Carraro: acompanhando a trajetória. Assim evidenciou-se que o MCC fornece ao enfermeiro condições e ferramentas necessárias para cuidar de mulheres e suas famílias no puerpério cirúrgico. Este garante a interação e criação de vínculo entre cuidadora e ser humano cuidado. Propicia o reconhecimento e a prevenção de riscos de infecção hospitalar que a puérpera está exposta. Possibilita reconhecer e estimular as fontes de apoio que a mulher possui para percorrer pelo puerpério, além de identificar os fatores que contribuem para potencialização e/ou enfraquecimento de seu poder vital, e por fim, proporciona a execução de cuidados de enfermagem de acordo com as suas necessidades. Por meio da pesquisa, compreendeu-se que o cuidado de enfermagem realizado à mulher no puerpério cirúrgico por meio do MCC, objetiva controlar e promover a recuperação do corpo físico após a cirurgia, porém, vai além dessa possibilidade, pois perpassa a dimensão biológica do ser, culminando em um cuidado multíplice, composto por várias facetas, no qual as dimensões social, cultural e espiritual devem ser consideradas, refletindo em um cuidar humanizado. É necessário cuidar de mulheres no puerpério cirúrgico respeitando suas particularidades, bem como as visualizando na sua integralidade, princípios norteadores para o cuidar em enfermagem.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCesarianapt_BR
dc.subjectPuerpériopt_BR
dc.subjectCuidados de enfermagempt_BR
dc.titleO cuidado de enfermagem no puerpério cirúrgicopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record