Show simple item record

dc.contributor.advisorMelo, Gabriel Augusto Rodrigues dept_BR
dc.contributor.authorDalmolin, Anamariapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia).pt_BR
dc.date.accessioned2014-02-13T14:29:13Z
dc.date.available2014-02-13T14:29:13Z
dc.date.issued2005pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/34776
dc.description.abstractEste trabalho caracteriza alguns aspectos da interação galhador - planta nos frutos de Psidium catteleianum, em localidades no Primeiro Planalto e no Litoral paranaenses, no tocante às espécies de Chalcidoidea associadas, infestação dos frutos em diferentes localidades, resistência de plantas de espécie próxima (Psidium longipetiolatum) e processo de formação da galha (ontogenia), com o objetivo de contribuir para o conhecimento da biologia e diversidade de Hymenoptera envolvidos com galhas e suas relações com as plantas hospedeiras e fornecer subsídios para uso do himenóptero galhador no controle biológico de Psidium cattleianum. A comparação da infestação dos frutos nas diversas localidades é apresentada com a adaptação de indicadores de qualificação parasitológica: prevalência (número de frutos com galhas), intensidade (número de galhas por fruto) e agregação (dispersão dos frutos afetados), verificando-se que há uma prevalência maior dos frutos infestados nas localidades do planalto (Colombo, 69,7%; Piraquara, 33%; proximidades do Rio Capivari, 40%), em relação às amostras do litoral (Morretes, 10,9%; Rio Guaraguaçu, 2,2%) e que as intensidades de infestação no planalto não apresentam diferenças estaticamente siginificativas entre si (Kruskal - Wallis H2, n=102= 4,763781 p=0,0924). A resistência de P. longipetiolatum foi comparada à de P. cattleianum observando-se a aceitação das plantas para a oviposição e possibilidade de desenvolvimento da galha, sendo que embora as duas espécies de plantas sejam aceitas para oviposição, P. longipetiolatum tende a abordar os botões infestados. Finalmente, são relatadas as alterações morfoanatômicas induzidas nas estruturas reprodutivas (botões florais a frutos maduros) de Psiduim cattleianum pela vespa galhadora Prodecatoma carpophaga. A galha é resultante de células modificadas contra o inseto da epiderme interna do ovário, placenta e funículo e é resultado da reação da planta contra o inseto nos estágios iniciais, bem como da reorganização tecidual induzida no fruto pelas larvas. Palavras-chave: Chalcidoidea, interação inseto-planta, galha de fruto, infestação, suscetibilidade, Myrtaceaept_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectEntomologiapt_BR
dc.subjectRelaçao inseto-plantapt_BR
dc.subjectMirtaceapt_BR
dc.titleA galha dos frutos de Psidium cattleianum Sabine (Myrtaceae) no primeiro planalto e litoral paranaensespt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record