Show simple item record

dc.contributor.authorGrams, Guilhermept_BR
dc.contributor.otherKremer, Gilberto Medeiros, 1949-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Exatas. Programa de Pós-Graduaçao em Físicapt_BR
dc.date.accessioned2013-09-19T15:20:30Z
dc.date.available2013-09-19T15:20:30Z
dc.date.issued2013-09-19
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/32105
dc.description.abstractResumo: Neste trabalho, estudamos como campos fermiônicos mínima e não minimamente acoplados ao campo gravitacional podem ser responsáveis por diversas fases de expansão acelerada durante a evolução do Universo. A contribuição da matéria bariônica e de radiação é levada em conta em um dos dois casos aqui apresentados. Buscamos as formas da densidade de potencial e do acoplamento para ação geral que descreve esse modelo através da técnica da simetria de Noether. No primeiro caso, o qual não conta com a contribuição da radiação e da matéria bariônica, obtemos soluções analíticas para as equações de campo e analisamos os possíveis cenários que estas podem descrever. No segundo caso, fazemos uma mudança de variáveis para encontrar o parâmetro de Hubble em função do desvio para o vermelho e, com esse resultado, obtivemos gráficos para o parâmetro densidade e de desaceleração. Por fim, comparamos as curvas encontradas com os dados observacionais.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.titleModelos cosmológicos com campos fermiônicospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record