Show simple item record

dc.contributor.authorMinioli, Célia Scucatopt_BR
dc.contributor.otherSilva, Helena de Fatima Nunes, 1956-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Ciência, Gestão e Tecnologia da Informaçãopt_BR
dc.date.accessioned2011-10-18T09:26:33Z
dc.date.available2011-10-18T09:26:33Z
dc.date.issued2011-10-18
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/26215
dc.description.abstractResumo: Pesquisa descritiva com abordagem qualitativa sobre a incorporação pelas Escolas Públicas do Estado do Paraná - NRE- da Região Metropolitana Norte de Curitiba, dos processos de Memória Organizacional como forma de percepção e reflexão sobre a realidade interna do espaço escolar. O estudo analisa a reutilização do conhecimento tácito desenvolvido a partir de práticas pedagógicas como forma de organização do trabalho pedagógico nas escolas. Utiliza como fontes de evidência a observação participante, análise documental e questionário. O estudo indica como categorias de análise, o processo de captura, organização, divulgação, utilização, partilha e reutilização de informações extraídas da prática. Aplica a Analise de Conteúdo para identificar, a partir dos discursos de professores e pedagogos, a existência de um processo sistemático de registro das práticas desenvolvidas no espaço interno das escolas públicas. Verifica a utilização do registro de lições aprendidas como meio de perceber a realidade da escola, o que contribui para a tomada de decisão interna e como uma forma de reutilizar a informação e conhecimento tácito, no contexto futuro. Examina o processo de discussão sobre as práticas pedagógicas do professor e do pedagogo e da construção do conhecimento tácito no ambiente interno da escola. Observa que os conhecimentos oriundos das práticas de ensino estão sendo perdidos devido a falta de compartilhamento. A pesquisa conclui que os professores e educadores, quando deixam a escola, levam consigo o conhecimento adquirido durante o desenvolvimento de práticas pedagógicas o que exige a reinvenção constante das mesmas, por falta de conhecimento do que os outros fizeram. Indica que os professores e educadores acreditam que existe uma aversão ao reuso de conhecimento, influenciado por ideologias políticas. Finalmente, constata que é a partir da construção da Memória Organizacional, que a escola pode desenvolver uma nova consciência de sua realidade interna. Em outras palavras, é a partir do registro e reflexão sobre sua prática e pela observação do contexto em que a educação está inserida e pela percepção dos aspectos tecnológicos e sociais próprios da sociedade vigente que a escola pode encontrar maneiras de lidar com problemas relacionados com a construção do processo ensino-aprendizagem.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.titleMemória organizacional no espaço escolarpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record