Show simple item record

dc.contributor.advisorErthal, Cecilia Inêspt_BR
dc.contributor.authorPereira, Cleuza Clairpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.date.accessioned2020-05-19T21:19:28Z
dc.date.available2020-05-19T21:19:28Z
dc.date.issued1988pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/24190
dc.descriptionOrientador: Cecília Ines Erthalpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, Curso de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.descriptionInclui bibliografiapt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Língua Inglesapt_BR
dc.description.abstractResumo: Este trabalho tem como objetivo estudar desenvolvimento cognitivo e sua implicação no ensino de Inglês como uma língua estrangeira, isto é, verificar se os Cursos de Letras no Brasil fornecem o grau de proficiência para os alunos se comunicarem no nível de desnvolvimento cognitivo em que se encontram, ou seja, o das operações formais, e, por conseguinte, argumentar, especialmente durante as aulas de literatura. Esta pesquisa envolve um estudo dos modais e dos conetores coletados nos textos básicos de cada unidade de dois livros textos, usados a nível de Universidade. A análise foi desenvolvida com base em desenvolvimento cognitivo, derivada de diversos autores. Para isto foi incluída uma revisão de literatura sobre desenvolvimento cognitivo, modais e conetores. Depois de analisar os dados chegou-se a conclusão que os livros usados a nível de Universidade no Brasil nao fornecem o grau de proficiência para os alunos se comunicarem no nível de desenvolvimento cognitivo em que se encontram, ou seja, o das operações formais. Cs livros foram originariamente elaborados para estudantes a nível de Primeiro e Segundo Graus, e não para estudantes a nível de Universidade.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The aim of this research is to study cognitive development and its implication to the teaching of English as a foreign language, i.e., to check whether the Language Courses in Brazil provide the level of proficiency for the students to communicate at the level of cognitive development they are in, that of formal operations, and, consequently, argue, especially during their literature classes. This work involves the study of the modal verbs and the logical connectors collected from the basic texts of each unit of two-first-year English coursebooks used at University level. The analysis is carried out on a cognitive development perspective, derived from different authors. Therefore, a review of the literature on cognitive development, logical connectors and modal verbs has been included in the present research. After analysing the data, we drew the conclusion that the English coursebooks used at University level in Brazil do not provide the level of proficiency for the students to communicate at the level of cognitive development they are in, that of formal operations. They were originally designed for High School students and not for University students.pt_BR
dc.format.extent90 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertações - Letraspt_BR
dc.subjectLíngua inglesa - Estudo e ensinopt_BR
dc.titleCognitive development and its implication to the teaching of English as a foreign languagept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record