Show simple item record

dc.contributor.advisorHiga, Antonio Rioyeipt_BR
dc.contributor.authorConstantino, Valdecipt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.contributor.otherRosa, Joel Mauricio Correa dapt_BR
dc.contributor.otherSilva, Luciana Duquept_BR
dc.date.accessioned2013-06-21T15:01:28Z
dc.date.available2013-06-21T15:01:28Z
dc.date.issued2013-06-21
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/20289
dc.description.abstractApesar dos avanços relacionados à produção de mudas florestais, vários problemas ainda persistem. Mudas fora do padrão morfológico e/ou com idade passada da época do plantio, produzidas em recipientes inadequados, são alguns dos problemas que, somados às práticas inadequadas de plantio, podem conduzir a resultados insatisfatórios no campo. Este trabalho teve como objetivo, avaliar o efeito da idade das mudas, do tipo de recipiente e da equipe de plantadores, no crescimento e na qualidade morfológica do sistema radicular das árvores de Pinus taeda aos 46 meses de idade. Foram avaliados oito tratamentos em esquema fatorial 2x4, sendo duas equipes de plantadores: 1. própria (treinada); 2. terceiro, e quatro métodos de produção de mudas: 1. tubetes de 55 cm3 (seis meses de idade); 2. tubetes de 55 cm3 (dez meses de idade); 3. tubetes de 126 cm3 (seis meses de idade); 4. mudas em raízes nuas (nove meses de idade). O experimento foi instalado em quatro blocos, sendo oito tratamentos e 25 plantas por parcelas. Os tratamentos foram aleatorizados nos blocos, onde foram medidas apenas nove plantas centrais de cada parcela. Foi adotada uma linha de bordadura externa no experimento. As mudas tiveram as alturas medidas logo após o plantio. Foram também avaliados o crescimento, o peso das raízes finas e a morfologia do sistema radicular aos 46 meses de idade. Utilizou-se cilindro amostrador para avaliar as raízes finas e retroescavadeira para escavação e remoção do sistema radicular das plantas, avaliados posteriormente por meio de fotografias. Quando houve necessidade, os dados foram transformados, o efeito dos fatores, assim como as interações, foram testados por meio da análise de variância (ANOVA) e análise de covariância (ANCOVA) quando foi o caso. As correlações entre as variáveis morfológicas da parte aérea e do sistema radicular foram medidas pelo coeficiente de correlação de Spearman, cuja significância foi testada em todos os casos. Com base nos resultados das análises conclui-se que: o método de produção de mudas afeta o crescimento em DAP, altura e volume, mas não afeta o peso das raízes finas e a arquitetura do sistema radicular de árvores de P. taeda avaliadas aos 46 meses de idade; o método de produção M3 (recipientes de 126 cm3, mudas com 6 meses de idade) se destaca em termos de crescimento; as árvores originadas de mudas com seis meses e 10 meses de idade, produzidas em recipientes de 55 cm3, apresentam crescimento em DAP e altura semelhante, porém, o volume por parcela é diferente aos 46 meses de idade; as árvores originadas de mudas produzidas em recipientes de 126 cm3, com 6 meses de idade, apresentam melhor crescimento em DAP e altura das árvores e volume por parcela semelhante quando comparado com árvores originadas de mudas produzidas em recipientes de 55 cm3, de mesma idade, avaliadas aos 46 meses de idade; o treinamento oferecido às equipes de plantadores melhoras a taxa de sobrevivência, por consequência, o volume por parcela. No entanto, é necessário ressaltar que, o excesso de pisoteio pode afetar o desenvolvimento da arquitetura do sistema radicular de árvores de P. taeda; o DAP apresenta alta correlação com o volume individual e o DAP médio da parcela apresenta correlação moderada com o volume médio da parcela, avaliados aos 46 meses de idade; a arquitetura do sistema radicular de árvores de P. taeda com 46 meses de idade pode ser avaliada por meio de escavação, com moderada precisão, atribuindo-se nota para a vista de topo, sem que haja a necessidade da remoção da árvore, reduzindo custo e tempo.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectPinus taeda - Crescimentopt_BR
dc.subjectArvores - Mudas - Recipientespt_BR
dc.subjectRaizes (Botanica) - Crescimentopt_BR
dc.titleEfeitos de métodos de produção de mudas e equipes de plantadores na arquitetura do sistema radicular e no crescimento de Pinus taeda Linnaeuspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record