Show simple item record

dc.contributor.advisorMachado, Sebastião do Amaral, 1939-pt_BR
dc.contributor.authorTeo, Saulo Jorgept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.contributor.otherReissmann, Carlos Brunopt_BR
dc.contributor.otherFigueiredo Filho, Afonso, 1951-pt_BR
dc.date.accessioned2013-06-13T19:20:59Z
dc.date.available2013-06-13T19:20:59Z
dc.date.issued2013-06-13
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/17954
dc.description.abstractEsta dissertação teve como objetivo quantificar e modelar os nutrientes da biomassa aérea de bracatinga (Mimosa scabrella Bentham) sob diferentes classes de sítio, de idade e de diâmetro. Os dados para realização deste estudo provieram de 25 árvores amostradas em bracatingais nativos da porção norte da região metropolitana de Curitiba, no estado do Paraná. As árvores foram derrubadas e seccionadas nos compartimentos: folhas, galhos < 4 cm, galhos = 4 cm, madeira e casca. Em seguida, foi tomada uma amostra de cada compartimento da biomassa para determinação do peso seco em laboratório. Posteriormente, foi realizada análise química para determinação das concentrações dos nutrientes N, P, K, Ca, Mg, Fe, Mn, Cu e Zn em cada compartimento da biomassa aérea. Para avaliar os efeitos dos diferentes compartimentos da biomassa, classes de sítio, idade e diâmetro sobre as concentrações e conteúdos de nutrientes, foram utilizados delineamentos estatísticos inteiramente casualizados, sendo que a análise estatística constituiu-se do teste de Bartlett, análise de variância e teste de Tukey. Visando a obtenção de estimativas do conteúdo de nutrientes nos diferentes compartimentos da biomassa da árvore por meio de variáveis dendrométricas, foram ajustados vários modelos matemáticos, dentre eles, modelos tradicionalmente encontrados na literatura florestal, modelos formulados especificamente para este estudo e resultantes do procedimento estatístico stepwise. Os resultados encontrados neste estudo indicaram que a maioria dos nutrientes apresentou a seguinte ordem decrescente de concentração relativa aos diferentes compartimentos da biomassa: folhas > casca > galhos > madeira. De maneira geral, a ordem das concentrações dos nutrientes analisados para a maioria dos compartimentos da biomassa foi: N > Ca > K > Mg > P > Mn > Fe > Cu > Zn. Dentre os fatores sítio, idade e diâmetro, o único que apresentou efeitos com significância e consistência sobre as concentrações de alguns nutrientes foi o sítio. Foi constatado que as concentrações de fósforo e potássio foliares foram diretamente proporcionais aos níveis de produtividade dos bracatingais (classes de sítio). Quanto aos conteúdos de nutrientes, a madeira foi o compartimento da biomassa aérea de bracatinga que acumulou a maior quantidade de nutrientes, se a lenha de bracatinga for considerada, há um acúmulo de 70% do conteúdo de nutrientes da biomassa aérea, evidenciando o grande potencial de exportação de nutrientes dos bracatingais. Dentre os fatores analisados, o diâmetro foi o único que apresentou influência significativa e clara sobre os diferentes conteúdos de nutrientes nos compartimentos da biomassa da árvore, que foram diretamente proporcionais ao aumento dos diâmetros. Resultados mais consistentes dos efeitos do sítio, idade e diâmetro sobre as concentrações e conteúdos de nutrientes poderiam ter sido alcançados com a ampliação da amostragem ou com maior rigor no controle das interações entre esses três fatores. De maneira geral, os macronutrientes apresentaram boas relações com as variáveis dendrométricas, resultando em equações satisfatórias. Entretanto, o mesmo não ocorreu para os micronutrientes, exceto para cobre e ferro em alguns compartimentos da biomassa. Geralmente, as equações desenvolvidas apresentaram melhores ajustes para os compartimentos da biomassa do fuste e quando o conteúdo de nutrientes foi considerado somando-se os compartimentos da biomassa (folhas + galhos < 4 cm, lenha e toda a biomassa aérea). Em alguns casos, a inserção de dimensões da copa e do fuste, idade (I) e altura dominante (hdom) como variáveis independentes, melhoraram a qualidade dos ajustes das equações para a estimativa do conteúdo de nutrientes.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectBiomassa vegetalpt_BR
dc.subjectBracatingapt_BR
dc.subjectNutrientespt_BR
dc.titleQuantificação e modelagem do conteúdo de nutrientes na biomassa aérea de bracatinga (Mimosa scabrella Bentham)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record