Show simple item record

dc.contributor.advisorLima, Marcelo de Meira Santos, 1978-pt_BR
dc.contributor.otherRodrigues, Lais Soares, 1988-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Fisiologiapt_BR
dc.creatorLopes, Jessica Ilkiwpt_BR
dc.date.accessioned2024-02-21T11:54:30Z
dc.date.available2024-02-21T11:54:30Z
dc.date.issued2023pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/86584
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Marcelo de Meira Santos Limapt_BR
dc.descriptionCoorientadora: Dra. Lais Soares Rodriguespt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Fisiologia. Defesa : Curitiba, 30/05/2023pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A doença de Parkinson (DP) é a segunda doença neurodegenerativa mais prevalente na população mundial, sendo caracterizada pela degeneração dos neurônios dopaminérgicos da substância negra pars compacta (SNpc). Sabe-se que a neuroinflamação está diretamente relacionada ao surgimento e progressão da DP, sendo associada à diminuição da neurogênese adulta em seus locais de ocorrência, zona subgranular do hipocampo e zona subventricular (ZSV), uma vez que a administração de anti-inflamatórios foi capaz de promover melhora do quadro. Durante os estágios iniciais da DP estão presentes distúrbios não-motores como alterações olfatórias, de sono (principalmente de sono REM) e sinais e sintomas depressivos como apatia e anedonia. Detectamos, em estudo prévio, que a diminuição dos neurônios da camada glomerular do bulbo olfatório (BO) por lesão local de 6-OHDA foi capaz de reverter o prejuízo olfatório em modelo animal de parkinsonismo ao apresentar redução dos neurônios periglomerulares. Frente a este dado, o objetivo do presente estudo foi investigar a neuroinflamação e seus possíveis efeitos sobre olfação em modelo de lesão dupla (intranigral e intrabulbar) com a neurotoxina 6-hidroxidopamina (6-OHDA) através de testes comportamentais de reconhecimento olfatório e reconhecimento social, análise neuroinflamatória através da quantificação de proteína ácida fibrilar glial (GFAP) por Western Blot de BO e SNpc. O resultado do teste de reconhecimento olfatório não corroborou dados prévios do laboratório obtidos nos mesmos grupos. Desse modo, a exploração ativa do ambiente estimulada pela preferência ao odor demonstrou-se prejudicada em todos os casos de lesão aguda. Porém em 14 dias observou-se o comportamento de tendência limítrofe para a diferença de exploração no grupo com a dupla lesão. Em relação ao teste de reconhecimento social não houve diferenças significativas entre os grupos lesionados e o controle nas duas timelines, sugerindo que o prejuízo olfatório no modelo se deve a alterações de detecção do olfato e não a memória olfatória. Já para análise de GFAP no BO não observamos diferenças significativas entre os grupos ou linhas do tempo para alfa-GFAP enquanto para beta foi observado um aumento no grupo com a lesão somente na SNpc comparado ao com a dupla lesão. Na SNpc foi observado um aumento significativo no grupo somente com a lesão no bulbo em relação a todos os outros grupos, 7 dias após a cirurgia. Assim, observamos o interessante papel da neuroinflamação sobre o prejuízo olfatório de animais modelo de parkinsonismo.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Parkinson's disease (PD) is the second most prevalent neurodegenerative disease in the world population, being characterized by the degeneration of dopaminergic neurons of the substantia nigra pars compacta (SNpc). It is known that neuroinflammation is directly related to the onset and progression of PD, being associated with a decrease in adult neurogenesis in its sites of occurrence, subgranular zone of the hippocampus and subventricular zone (SVZ), since the administration of anti-inflammatory drugs was able to promote improvement of the picture. During the initial stages of PD, non-motor disturbances are present, such as olfactory and sleep disorders (mainly REM sleep) and depressive signs and symptoms such as apathy and anhedonia. In a previous study, we detected that the reduction of neurons in the glomerular layer of the olfactory bulb (BO) by local 6-OHDA injury was capable of reversing the olfactory impairment in an animal model of parkinsonism by presenting a reduction in periglomerular neurons. In view of this data, the aim of the present study was to investigate neuroinflammation and its possible effects on olfaction in a model of double lesion (intranigral and intrabulbar) with the neurotoxin 6-hydroxydopamine (6-OHDA) through behavioral tests of olfactory recognition and olfactory recognition. social, neuroinflammatory analysis through the quantification of glial fibrillary acidic protein (GFAP) by Western Blot of BO and SNpc. The result of the olfactory recognition test did not corroborate previous laboratory data obtained in the same groups. Thus, the active exploration of the environment stimulated by preference for odor was impaired in all cases of acute injury. Regarding the social recognition test, there were no significant differences between the injured and control groups in the two timelines, suggesting that the olfactory impairment in the model is due to changes in smell detection and not olfactory memory. As for the analysis of GFAP in BO, we did not observe significant differences between groups or timelines for alpha-GFAP, while for beta an increase was observed in the group with the lesion only in the SNpc compared to the group with the double lesion. In SNpc, a significant increase was observed in the group with only the bulb lesion in relation to all other groups, 7 days after surgery. Thus, we observed the interesting role of neuroinflammation on the olfactory impairment of parkinsonism model animals.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectParkinson, Doença dept_BR
dc.subjectOlfatopt_BR
dc.subjectDopaminérgicospt_BR
dc.subjectFisiologiapt_BR
dc.titleInfluência da neuroinflamação sobre a olfação em modelo animal de Parkinsonpt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record