Show simple item record

dc.contributor.advisorLima, Carlos A. M. (Carlos Alberto Medeiros), 1965-pt_BR
dc.contributor.authorGiacomassi, Diego Régio, 1992-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Históriapt_BR
dc.date.accessioned2021-11-30T12:05:58Z
dc.date.available2021-11-30T12:05:58Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/72561
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Carlos Alberto Medeiros Limapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História. Defesa : Curitiba, 27/08/2021pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 127-133pt_BR
dc.description.abstractResumo: Nesta dissertação buscamos compreender a concepção de natureza na obra de Emílio Joaquim da Silva Maia, assim como, procuramos relacionar seus trabalhos de história natural e medicina com o contexto histórico em que eles foram realizados, marcado este pelo Regresso Conservador. A partir das reflexões de Michel Foucault sobre saber-poder, concebemos que todo discurso científico apresenta relações de poder com as estruturas hegemônicas de seu presente. Com isso, buscamos através das categorias de geração intelectual, trajetória e principais características dos espaços de sociabilidade que nosso autor compôs, para historicizar suas realizações e assim estabelecer relações e afinidades presentes em seu discurso em confluência com as relações de poder do momento. Compreendendo Silva Maia como um mediador cultural entre os saberes estrangeiros e a adaptação destes para a realidade brasileira, para a entender sua concepção sobre natureza, contamos com a contribuição de referências sobre as tradições românticas e ilustradas, as quais predominaram nas obras de nosso autor. Dessa forma, semelhante às tradições relacionadas à economia da natureza desenvolvida nos setecentos, Silva Maia concebe a natureza como ordem divina e hierarquizada a partir de sua percepção de interdependência entre os seres e os ambientes em que vivem. Ideia que para ele representaria equivalentes no mundo social, estando os seres vivos e os homens ligados ontologicamente aos seus lugares de origem, havendo assim um elo orgânico entre os homens e a natureza com as nações.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: In this dissertation we seek to understand the conception of nature in the work of Emílio Joaquim da Silva Maia, as well as we seek to relate his works in natural history and medicine with the historical context in which they were carried out, marked by the Conservative Regression. Based on Michel Foucault's reflections on knowledge-power, we conceive that every scientific discourse presents relations with the hegemonic structures of its present. With this, we searched through the categories of intellectual generation, trajectory and main characteristics of the spaces of sociability that our author composed, to historicize his achievements and thus establish relationships and affinities present in his discourse in confluence with the relations of the moment. Understanding Silva Maia as a cultural mediator between foreign knowledge and its adaptation to the Brazilian reality, in order to understand his conception of nature, we count on the contribution of references on romantic and illustrated traditions, which predominated in our author's works. Thus, similar to traditions related to the economy of nature developed in the seventeenth century, Silva Maia conceives nature as a divine and hierarchical order based on his perception of interdependence between beings and the environments in which they live. An idea that for him would represent equivalents in the social world, with living beings and men being ontologically linked to their places of origin, thus having an organic link between men and nature and nations.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (133 p.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMaia, Emílio Joaquim da Silva, 1808-1859pt_BR
dc.subjectHistória natural - Brasilpt_BR
dc.subjectIntelectuais - Brasilpt_BR
dc.subjectMedicos - Brasilpt_BR
dc.subjectMedicina - História - Brasilpt_BR
dc.subjectHistóriapt_BR
dc.titleA ordem da natureza : romantismo, história natural e medicina na obra de Emílio Joaquim da Silva Maia (1834-1859)pt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record