Show simple item record

dc.contributor.advisorAbilhoa, Vinícius, 1968-pt_BR
dc.contributor.authorHoffmann, Gisleine, 1986-pt_BR
dc.contributor.otherBornatowski, Hugo, 1984-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Zoologiapt_BR
dc.date.accessioned2021-07-26T21:23:23Z
dc.date.available2021-07-26T21:23:23Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/71507
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Vinícius Abilhoapt_BR
dc.descriptionCoorientador: Prof. Dr. Hugo Bornatowskipt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Zoologia. Defesa : Curitiba, 26/02/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A Tese foi composta por três Capítulos que investigaram as relações tróficas de Centropomus nas regiões tropicais e subtropicais da costa brasileira. No Capítulo 1 foram investigadas as relações tróficas de C. pectinatus, C. undecimalis e C. parallelus na região nordeste (Complexo Estuarino Caravelas - Nova Viçosa). No Capítulo 2 foram investigadas as relações tróficas de C. parallelus e C. undecimalis na região sul (Itapoá, Guaratuba e Paranaguá). Em ambas as regiões foram descritas as dietas por meio da Frequência de Ocorrência, Método Gravimétrico e Índice de Preponderância e avaliadas suas variações de acordo com as espécies, classes de comprimento, localidade e sazonalidade (PERMANOVA, SIMPER e nMDS). Também foram calculadas as amplitudes de nicho, a sobreposição alimentar e os níveis tróficos. Na região nordeste (Capítulo 1) C. pectinatus consumiu principalmente caranguejos, C. undecimalis teleósteos e C. parallelus engraulídeos. Houve variações na dieta das espécies no fator espécies/classes e entre espécies/classes versus sazonalidade, com grandes contribuições de caranguejos e teleósteos para as dissimilaridades. Os robalos apresentaram altos níveis tróficos (entre 3,61 a 4,48), dieta especialista e sem sobreposição. Na região Sul (Capítulo 2) C. parallelus em Itapoá consumiu camarões, enquanto em Guaratuba/Paranaguá os itens mais importantes foram engraulídeos/teleósteos. Em Paranaguá, C. undecimalis consumiu Guavina guavina. As espécies apresentaram dieta especialista e em Paranaguá não houve sobreposição. O nível trófico de C. parallelus variou entre 3,8 a 4,7 e o nível trófico de C. undecimalis foi 5. A espécie C. parallelus apresentou diferença significativa na dieta entre localidades e localidades versus sazonalidade, com alta dissimilaridade em detrimento das contribuições de camarões/teleósteos. Em Paranaguá houve diferenças entre espécies e espécies versus sazonalidade, com alta contribuição de teleósteos/G. guavina e teleósteos/camarões para as dissimilaridades. Tanto na região nordeste quanto no sul as espécies de robalos apresentaram dieta carnívora, com altos níveis tróficos e compartilhamento dos recursos disponíveis. No Capítulo 3 foram montadas matrizes quadráticas de presença e ausência entre às interações de predador-presa com e sem a presença de C. parallelus. Os dados da dieta da espécie foram obtidos nos dois primeiros Capítulos e as dietas demais componentes foram obtidas a partir de artigos científicos e demais bibliografias. As redes foram avaliadas quanto à densidade, conectância, "grau do nó", Índices de Centralidade e pelo Índice de espécie-chave. Somente a rede de Guaratuba mostrou alteração na sua estrutura devido à ausência do robalo-peva. A espécie C. parallelus não foi uma espécie central em nenhuma das regiões, porém esteve entre as primeiras posições para as espécieschave na região sul. Com a presença do robalo-peva nas redes, Itapoá e Paranaguá apresentaram controle bottom-up, já para rede de Guaratuba o robalo-peva foi responsável pelo controle topdown, que quando excluído a rede mudou para o controle bottom-up. Portanto, o C. parallelus foi considerado espécie-chave para a rede de Guaratuba. As espécies de Centropomus apresentaram importante papel ecológico e o manejo sustentável poderá manter o equilíbrio dos ecossistemas, bem como manter o equilíbrio topológico dos ecossistemas tropicais e subtropicais do Atlântico sul. Palavras-chave: Amplitude de nicho. Nível trófico. Redes tróficas. Robalos. Sobreposição alimentar.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This Thesis was composed for three Chapters that investigate the trophic relationships of Centropomus in the tropical and subtropical regions of tha Brazilian coast. In the Chapter 1 we investigated the trophic relationships of C. pectinatus, C. undecimalis and C. parallelus in the northeast region (Estuarine Complex of Caravelas - Nova Viçosa). In the Chapter 2 we investigated the trophic relationships of C. parallelus and C. undecimalis in the southern region (Itapoá, Guaratuba and Paranaguá). In both regions we described the diet of the species through the Frenquency of Occurrence, Graviometric and Index of Preponderance methods and evaluated its variations according to species, length classes, locality seasonality (PERMANOVA, SIMPER and nMDS). In addition we also calculated the niche breadth, dietary overlap and trophic levels. In the northeast region (Chapter 1) C. pectinaus consumed mainly crabs, C. undecimalis feed on teleosts and C. parallelus on engraulids. There were variations in the diet among Centropomus and between species/classes versus seasonality factor, with high contributions of crabs and teleosts for the dissimilarity. Snooks showed high trophic levels (between 3.61 and 4.48), specialist diet and no overlap. In southern region (Chapter 2) C. parallelus consumed shrimps in Itapoá, while in Guaratuba/Paranaguá engraulids/teleosts were the most consumed items. In Paranaguá, C. undecimalis consumed Guavina guavina. Centropomus species showed specialist diet and in Paranaguá no overlap was observed. The trophic level of C. parallelus varied between 3.8 and 4.7 and the trophic level of the C. undecimalis was 5. The diet of C. parallelus showed significant difference between locality and locality versus seasonality, with high contributions of shrimps/teleosts for dissimilarity. In Paranaguá, differences between species and species versus seasonality were observed, with contributions of teleosts/G. guavina and teleosts/shrimps for dissimilarities. In both regions Centropomus showed a carnivore diet, with high trophic level and partitioning of available resources. In the Chapter 3 we constructed quadratic matrices of presence/absence among trophic interactions of predator-prey, with and without the presence of C. parallelus. The diet data was obtained in both chapters and information of other components were obtained in scientific articles and gray literature. Food webs were evaluated through of density, connectance, node degree, Centrality Indices and by Keystone Indice. Only the food web of Guaratuba showed changes in its structure because of the absence of C. parallelus. The C. parallelus was not a central species for the analyzed regions, but it was an important keystone species in the southern region. Considering the presence of the fat snook in food webs, Itapoá and Paranaguá showed bottom-up control. In Guaratuba, the species was responsible by top-down control, and when it was excluded from the analyses a bottom-up control was observed. Therefore, the C. parallelus was considered keystone for structural topology of Guaratuba. Snooks showed important ecological role and the sustainable management can guarantee the ecosystem balance, as well as guarantee the topologic equilibrium in the subtropical and tropical ecosystems of the southern Atlantic. Keywords: Feeding overlap. Food webs. Niche breadth. Snooks. Trophic levelpt_BR
dc.format.extent1 arquivo (193 p.) : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectNicho (Ecologia)pt_BR
dc.subjectRobalo (Peixe)pt_BR
dc.subjectCadeias alimentares (Ecologia)pt_BR
dc.subjectZoologiapt_BR
dc.titleRelações tróficas de Centropomus (Perfiformes – Centropomidae) nas regiões nordeste e sul do Brasilpt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record