Show simple item record

dc.contributor.authorFREITAS, Fátima da Silva
dc.contributor.editorA autorapt_BR
dc.coverage.temporal2010-2019pt_BR
dc.date.accessioned2021-03-15T19:01:43Z
dc.date.available2021-03-15T19:01:43Z
dc.date.issued2020
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/69850
dc.description.abstractPré entrevista com 12 pessoas que moram média 5 anos no Brasil. Alguns deixaram seus filhos no Haiti, para depois voltarem busca-los. Antes de chegarem ao Brasil, alguns moraram em outros países como a República Dominicana e Chile. Na sua maioria moram em bairros afastados ou Região metropolitana de Curitiba. As mulheres haitianas são todas trabalhadoras, na sua maioria são casadas e tem filhos. Apenas uma tem curso superior completo, e, uma que cursa Serviço Social em uma instituição de ensino superior particular. A maioria dos homens tem trabalho, um que é doutorando em Educação na UFPR e outro é aluno da PUC.pt_BR
dc.format.medium2p.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsAtribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectMIGRANTES HAITIANOS;pt_BR
dc.subjectHAITIANOS – ENTREVISTA;pt_BR
dc.titleDiásporaspt_BR
dc.title.alternativeRelatório – Entrevistas Iniciais – Dezembro De 2020pt_BR
dc.typeReportpt_BR
dc.typeReportpt_BR
dc.description.originPesquisadorapt_BR
dc.format.colormonochromept_BR
dc.description.conservationÓtimopt_BR
dc.format.originaloriginalpt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil