Show simple item record

dc.contributor.advisorFagundes, Maurício Cesar Vitóriapt_BR
dc.contributor.authorPereira, Paula da Silva Ináciopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Litoral. Programa de Pós-Graduação em Rede para o Ensino das Ciências Ambientaispt_BR
dc.date.accessioned2019-03-14T13:46:43Z
dc.date.available2019-03-14T13:46:43Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/59102
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Maurício César Vitória Fagundespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor Litoral, Programa de Pós-Graduação em Rede para o Ensino das Ciências Ambientais. Defesa : Matinhos, 08/11/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.92-94pt_BR
dc.description.abstractResumo: A trajetória desta pesquisa foi marcada pelo processo de imersão na Ilha dos Valadares e pelas ações realizadas por três alunas do Programa de Pós Graduação em Mestrado Profissional que ao longo de quatorze meses definiram coletivamente um projeto a ser desenvolvido sobre a Ilha dos Valadares e traçando ações conjuntas, porém com sujeitos e técnicas de análises diferenciadas. Na busca pela compreensão como as crianças e suas famílias percebem o seu entorno e como desejariam que este espaço fosse. Objetivando problematizar com as crianças nos espaços formais e não formais de educação da Ilha dos Valadares, suas percepções sobre o ambiente e os possíveis movimentos decorrentes dessa percepção, na direção do que desejariam como realidade. A fundamentação teórica buscou contextualizar a Educação Ambiental como política educacional, as legislações, os conceitos da pedagogia de Paulo Freire, a educação popular numa relação dialógica, a linha que defende o desenvolvimento infantil a partir da dimensão biológica e cultural e o direito da criança interagir com os elementos da natureza. Os caminhos traçados para a metodologia são pautados na pesquisa participante, de base qualitativa, exploratória e com princípios etnográficos na inserção na comunidade, utilizando as técnicas da observação livre e participante com registros em diário de bordo, entrevistas semiestruturadas e grupo de discussão para levantamento das informações. As informações culminaram em dois artigos científicos, o primeiro artigo apresenta o início da pesquisa e do envolvimento na comunidade, pela abordagem metodológica a partir da etnografia, diagnosticando as demandas ambientais e expressões culturais pelo processo de formação permanente com os profissionais da educação da Ilha e decorrente do diálogo com as crianças, culminando com a realização de uma exposição em praça pública. No espaço não formal, através de oficinas na Associação de Moradores da Ilha dos Valadares. O segundo artigo descreve a abordagem metodológica a partir da pesquisa participante com as crianças, na ampliação dessas percepções, foram chamados ao diálogo os familiares e gestores municipais. Finaliza esta pesquisa reafirmando o compromisso com uma ciência crítica sobre a realidade, como possibilidade de se constituir instrumento e/ou suporte para as transformações e as mudanças a partir das crianças, das suas percepções e da capacidade de sensibilizar um adulto quando consegue demonstrar sua convicção a partir de suas aprendizagens e argumentos derivados destas. O processo resultou em quatro produtos: formação permanente com professores da ilha, seguida com a inserção dos agentes de saúde, a cartografia social, o esboço de um livro/informativo sobre o saneamento básico no local e a carta manifesta construída pelas crianças. Palavras-chaves: Protagonismo Infantil. Interdisciplinaridade. Teoria e Prática. Educação Libertadora. Educação Popular.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The trajectory of this research was marked by the process of immersion in the Valadares Island and by the actions carried out by three students of the Postgraduate Program in Professional Masters that during the fourteen months collectively defined a project to be developed on the Valadares Island and mapping actions with different subjects and techniques of analysis. In the search for understanding how children and their families perceive their surroundings and how they would like this space to be. Aiming to problematize with children in the formal and non formal educational spaces of Valadares Island, their perceptions about the environment and the possible movements resulting from this perception, in the direction of what they would like as reality. The theoretical foundation sought to contextualize Environmental Education as educational policy, legislation, Paulo Freire's concepts of pedagogy, popular education in a dialogical relationship, the line that advocates child development from the biological and cultural dimension and the right of the child to interact with the elements of nature. The paths mapped out for the methodology are based on the participant research, with a qualitative, exploratory base and with ethnographic principles in the community insertion, using the techniques of free and participant observation with records in logbook, semistructured interviews and discussion group to survey the information. The information culminated in two scientific articles. The first article presents the beginning of research and community involvement, through the methodological approach based on ethnography, diagnosing the environmental demands and cultural expressions through the process of permanent formation with the education professionals of the Island and resulting from dialogue with children, culminating in an exhibition in a public square. In the non-formal space, through workshops in the Residents of Valadares Island's Association. The second article describes the methodological approach from the participant research with the children, in the expansion of these perceptions, the family members and municipal managers were called to the dialogue. It ends this research by reaffirming the commitment to a critical science about reality, as a possibility to be an instrument and/or support for the transformations and changes from the children, their perceptions and the capacity to sensitize an adult when he can demonstrate his conviction based on their learning and arguments derived from them. The process resulted in four products: permanent formation of teachers on the island, followed by the insertion of health workers, social cartography, the drafting of a book/informative on basic sanitation on the spot and the manifesto built by the children. Key-words: Child Protagonism. Interdisciplinarity. Theory and Practice. Liberating Education. Popular Education.pt_BR
dc.format.extent113 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEducação ambientalpt_BR
dc.subjectEducação de criançaspt_BR
dc.titleO olhar da criança sobre o espaço socioambiental da Ilha dos Valadarespt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record