Show simple item record

dc.contributor.advisorSilva, Ana Vitória Fischer da, 1965-pt_BR
dc.contributor.authorSantos, Tiago Tedeschi dospt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Fisiologiapt_BR
dc.date.accessioned2022-06-20T12:51:41Z
dc.date.available2022-06-20T12:51:41Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/58931
dc.descriptionOrientadora: Prof. Dra. Ana Vitória Fischer da Silvapt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Fisiologia. Defesa : Curitiba, 27/03/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 95-117pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Fisiologia Animal Comparativa e dos Animais Domésticospt_BR
dc.description.abstractResumo: Um total de 250 frangos de corte Cobb 500 com 1 dia de foram alocados em 16 gaiolas com 15 frangos cada. Os tratamentos consistiam de duas formulações com baixa ou alta concentração de fibra e 4 níveis de adição de betaína (0, 1, 3 e 5 kg/ton) em um delineamento fatorial 2x4. No alojamento, 10 aves foram pesadas e eutanaziadas para determinação de padrão experimental no momento anterior ao fornecimento das rações. Aos 4, 9 e 14 dias, 10 aves por tratamento foram retiradas, pesadas e eutanaziadas para avaliações de: peso do intestino, saco vitelínico, pâncreas e fígado em relação ao peso da ave; duodeno foi coletado para determinação de altura de vilosidade, profundida de cripta, numero de celulas em replicação e numero de celulas caliciformes. O conteúdo intestinal foi coletado para determinação de osmolalidade e concentração de ácido siálico. Sangue foi coletado para determinação da população de leucócitos e osmolalidade plasmática e amostras de jejuno para determinação de expressão gênica de proteinas de junção "Tight" (claudina 1, claudina 5 e ocludina) e interleucina 2. Dados foram analisados por ANOVA em desenho completamente ao acaso considerando inclusão de betaína, concentração de fibra e idade como fatores principais. Quando efeitos foram considerados significantes (P<0,05), médias foram separadas usando o teste de significância de Tukey. O peso do saco vitelínico reduziu (P<0,05) entre a eclosão e 4 dias e entre 4 e 14 dias, o número de celulas caliciformes e de enterócitos em mitose foram menores em aves aos 14 dias (P<0,05), enquanto o tamanho da vilosidade aumentou (P<0,05) durante todo o período analizado e a profundidade de cripta aumentou (P<0,05) entre eclosão e 4 dias e entre 4 e 14 dias, suportando o desenvolvimento do trato gastrointestinal nesse período inicial. Aves aos 4 e 9 dias de idade apresentaram maior (P<0,05) número de vilos fusionados em comparação com aves à eclosão e 14 e aves aos 4 dias apresentaram maior (P<0.05) osmolalidade do conteúdo intestinal comparado com aves aos 9 e 14 dias. A secreção de ácido siálico foi maior (P<0,05) aos 4 dias em comparação com aves aos 9 dias, posteriormente reduzindo aos 14 dias e a expressão de interleucina 2 apresentou uma tendência (P<0,06) de aumentar entre a eclosão e 4 dias e reduzindo (P<0,05) aos 9 dias, caracterizando um efeito inflamatório temporário. As aves que receberam betaina apresentaram menor (P<0,05) osmolalidade do conteúdo intestinal e menores números de celulas caliciformes e de celulas em mitose. Vilos de aves que receberam betaína apresentaram maior (P<0,05) tamanho e menor (P<0,05) espessura. A expressão de genes de Claudina 5 e ocludina reduziu (P<0,05) em aves alimetnadas com betaína independente da idade. Aves que receberam ração com maior concentração de fibra apresentaram aumento (P0,05) na altura da vilosidade e menor (P<0,05) número de celulas caliciformes independente da idade. O fornecimento de fibra e betaína reduziu o efeito inflamatório inicial gerado pela presença de ração no trato gastrointestinal e estimulou o desenvolvimento e adaptação do trato gastrointestinal entre a eclosão e 14 dias de vida. Palavras-chave: Betaína, Fibra, Frango de corte, Intestino.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: A total of 250 broilers Cobb 500 were allocated at 16 cages with 15 birds each at day of hatch. Treatments were represented by two feed formulation with low or high fibre concentration and 4 levels of betaine inclusion (0, 1, 3 or 5kg/tonne) in a factorial design 2x4. At house, 10 broilers that were not distributed in the cages were weight and euthanized by cervical dislocation for standard reference before the feed supply. At 4, 9 and 14 days of age, 10 birds per treatment were selected weight and euthanized. Intestine, pancreas, liver and yolk sac weight was determined as a proportion of the animal weight, duodenum samples were collected for villus height and weidth, crypt dept and number of enterocyte cells in replication and caliciform cells at the centre of the villus. Intestinal content was collected for determination of the osmolality and sialic acid concentration and blood samples collected for determination of the leukocyte population and plasmatic osmolality. Jejunal samples were collected for gene expression of "Tight" junction proteins (claudin 1 and 5, and occludin) and interleukine 2. Data were subjected to least squares ANOVA for a completely randomized design in a three-way interaction considering age, non-starch polysaccharide content of the diet and betaine inclusion. Each animal served as the experimental unit. When the effects were found to be significant (P<0.05), treatment means were separated using Tukey's Significant Difference test. The weight of the yolk sac reduced (P<0.05) between hatch and 4 days and between 4 and 14 days, number of caliciform cells and cells in mitosis at the villus were lower (P<0.05) at 14 days of age while villus height increased (P<0.05) during all period and crypt dept increased (P<0,05) between hatch 4 and 14 days, supporting the development of the gastrointestinal tract after hatch. At 4 and 9 days of age birds had more (P<0.05) fusied villus than at hatch and 14 days and at 4 days had higher (P<0.05) digesta osmolality compared with 9 and 14 days. Sialic acid secretion was higher (P<0.05) at 4 days compared to 9 days and further reduced (P<0.05) at 14 days and the gene expression of interleukine 2 had a trend (P<0,06) to increase between hatch and 4 days, reducing (P<0.05) at 9 days supporting that animals at these ages passed through a proinflamatory status. Birds fed diets with betaine had lower (P<0,05) digesta osmolality, number of caliciform cells and cells in mitosis. Villus of birds fed diets included with betaine were bigger (P<0.05) and had smaller (P<0.05) weidth. Gene expression for Claudin 5 and Occludin reduced (P<0,05) in birds fed betaine independent of the age. Broilers fed high fibre diet presented higher (P<0,05) villus and lower (P<0,05) number of caliciform cells independent of the age. Formulation of diets with high fibre and/or betaine reduce the inflammatory status generated by the presence of feed in the intestinal tract of broilers and stimulates the gut development and adaptation of broilers between hatch and 14 days of age. Keywords: Betaine, Broiler, Fibre, Intestine.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.languageTexto em português e inglêspt_BR
dc.languageporengpt_BR
dc.subjectFrango de cortept_BR
dc.subjectFisiologiapt_BR
dc.subjectBetainapt_BR
dc.subjectFibraspt_BR
dc.subjectMucosa intestinalpt_BR
dc.titleDesenvolvimento da mucosa intestinal e imunidade de frangos de cote alimentados com dietas de baixa e alta concentração de fibre e betaínapt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record