Show simple item record

dc.contributor.advisorMoretto, Yara
dc.contributor.authorAraújo, Franthiesco Eraldo de
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Palotina. Programa de Pós-Graduação em Aquicultura e Desenvolvimento Sustentável
dc.date.accessioned2015-12-04T16:44:54Z
dc.date.available2015-12-04T16:44:54Z
dc.date.issued2015
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/40483
dc.descriptionOrientadora : Profª. Drª. Yara Moretto
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor Palotina, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura e Desenvolvimento Sustentável. Defesa: Palotina, 14/08/2015
dc.descriptionInclui referências: f. 36-51
dc.descriptionÁrea de concentração : Aquicultura e Desenvolvimento Sustentável
dc.description.abstractResumo: O leito de riachos de baixa ordem é formado principalmente por detritos foliares e galhos oriundos da zona ripária. Estudos em clima temperado revelam que macroinvertebrados bentônicos são os principais agentes fragmentadores de detritos foliares. Os objetivos foram identificar as espécies bentônicas colonizadoras do detrito foliar; relacionar a categoria trófica com a variação sazonal; avaliar a influência da sazonalidade sobre a decomposição do detrito foliar e a estrutura da comunidade de invertebrados. Este trabalho teve como hipóteses de que a guilda trófica dos coletores seria a mais abundante na colonização das folhas, independente da sazonalidade; as maiores temperaturas proporcionariam maiores valores de decomposição e os atributos da comunidade bentônica seriam maiores no período de menor pluviosidade. Para este estudo, foram selecionados cinco pontos de coleta distantes 20 metros um do outro, totalizando uma extensão de 100 metros ao longo de um riacho de primeira ordem, localizado no interior do Parque Estadual São Camilo, Palotina - Paraná. As coletas foram realizadas nos meses de agosto e novembro/2013; janeiro e abril/2014. Em cada ponto foram instaladas três fileiras de baldes suspensos sobre o riacho, com seis baldes cada fileira para coleta das folhas oriundas da copa das árvores por 60 dias. O detrito foliar depositado em cada balde era pesado, e o que apresentava maior peso de cada fileira era incubado em litter bags no leito do riacho, por 30 dias. Amostras do leito foram coletadas para a determinação da granulometria do sedimento. Também foram mensuradas as variáveis físicas e químicas da água. Foram identificados 2522 indivíduos, distribuídos em 34 famílias e 151 gêneros. Novembro/2013 foi o mês que mais se destacou quando comparado aos outros, apresentando a maior abundância de táxons e riqueza. O grupo que mais se destacou foi dos Chironomidae e o grupo trófico mais recorrente foi o coletore. A maior decomposição do detrito foliar ocorreu em Novembro/2013, mês onde houve acréscimo de temperatura e maior abundância de táxons. Os atributos de riqueza, abundância e diversidade foram maiores para o período com maior pluviosidade. Pode-se constatar que a sazonalidade exerceu influência sobre a decomposição e colonização do detrito foliar pela assembleia bentônica. Palavras-chave: zona ripária, macroinvertebrados, material alóctone, bentos
dc.description.abstractAbstract: The bed of low order streams is formed mainly by leaf litter and twigs resulting from the riparian zone. Studies in temperate reveal that benthic macroinvertebrates are the main agents of shredders leaf litter. The objectives were to identify the colonizing benthic species of leaf debris; relate the trophic category with the seasonal variation; evaluate the influence of seasonality on the decomposition of leaf debris and structure of the invertebrate community. This work had the hypothesis that trophic guild collectors would be the most abundant in the colonization of the leaves, regardless of seasonality; higher temperatures would provide higher values of decomposition and the attributes of the benthic community would be greater in periods of low rainfall. For this study, we selected five points of collecting distant 20 meters of each other, with a total length of 100 meters along a stream of the first order, located inside the State Park St. Camillus, Palotina - Paraná. Samples were collected in August and November / 2013; January and April / 2014. At each point have been installed three rows of buckets suspended over the creek with six buckets each row to collect the leaves coming from the treetops for 60 days. The leaf detritus deposited into each bucket was heavy, and which showed greater weight of each row was incubated in litter bags in the creek bed for 30 days. Samples of the bed were collected to determine the grain size of the sediment. They were also measured the physical and chemical parameters. Have been identified 2522 individuals belonging to 34 families and 151 genera. November / 2013 was the month that stood out compared to the other, with the greatest abundance of taxa and wealth. The group that stood out was the Chironomidae and the most recurrent trophic group was the Collectors. Most decomposition of leaf debris occurred in November / 2013 month with temperature increase and greater abundance of taxa. The wealth of attributes, abundance and diversity were higher for the period with the highest rainfall. It can be seen that seasonality influence upon decomposition and colonization of leaf detritus by the benthic assembly. Keywords: riparian zone, macroinvertebrates, allochthonous material, benthos
dc.format.extent51f. : il. algumas color., mapas, tabs., grafs.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.titleColonização e decomposição de detritos foliares por invertebrados bentônicos em riacho subtropical
dc.typeDissertação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record