Show simple item record

dc.contributor.advisorLima, Cristina de Araújo, 1955-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civilpt_BR
dc.creatorPrevedello, André Augustopt_BR
dc.date.accessioned2024-06-11T18:44:45Z
dc.date.available2024-06-11T18:44:45Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/37310
dc.descriptionOrientadora: Profª. Drª. Cristina de Araújo Limapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Construção Civil. Defesa: Curitiba, 30/04/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A cidade de Curitiba tem uma organização urbanística marcada por cinco eixos estruturais que concentram funções específicas, de uso do solo (maior densidade de ocupação), mobilidade (eixos de vias exclusivas para o transporte público por ônibus) e equipamentos públicos (notadamente terminais de ônibus). O trabalho questiona a implantação de um novo eixo de estruturação urbana, aplicando conceitos de mobilidade urbana (MO), uso misto do solo (UM) e espaço público (EP). Busca compreender como o tripé formado entre esses conceitos se articula na forma particular do eixo estrutural. Para tanto, primeiramente é feita uma revisão bibliográfica, que visa compreender individualmente cada conceito, para então partir para uma análise da relação existente entre os conceitos adotados para o estudo, aplicados à área da Linha Verde de Curitiba (Trecho Sul, revitalizado da antiga BR-116). O trabalho analisa de forma comparativa a área urbana já configurada existente focalizando, por um lado, o eixo estrutural sul (adotando como recorte de estudo um trecho da Avenida Sete de Setembro) e, por outro lado, a proposta em implantação da Linha Verde, que corta o espaço urbano no sentido norte-sul da cidade. A partir da análise de espaço público, mobilidade urbana e uso misto do solo, se pretende reconhecer evidências da configuração futura da Linha Verde. A análise foi dividida em três grupos de avaliação, sendo o primeiro grupo formado pelos parâmetros urbanísticos gerais (coeficientes de aproveitamento, áreas dos terrenos, área de ocupação e área construída); o segundo grupo, formado pelos parâmetros físicos do espaço público (áreas de calçadas, de ruas, permeáveis e verdes); terceiro grupo, formado pelos parâmetros estruturais (densidade e relações entre densidade e áreas públicas). Com base na análise da atual Av. Sete de Setembro foi possível traçar o cenário que se considera mais próximo da futura realidade da Linha Verde, e delinear diretrizes urbanas de uso e ocupação do solo para a região, buscando dar alguma contribuição para a reflexão sobre as políticas públicas relativas ao planejamento e gestão do território urbano.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The city of Curitiba has an urban organization marked by five structural axes that concentrate specific functions, land use (higher density of occupation), mobility (exclusive axes for public transport) and public facilities (notably bus terminals). The work questions the implementation of a new axis of urban structure, applying concepts for urban mobility (MO), mixed land use (UM) and public space (EP). Aims to understand how the triangle formed between these concepts are articulated in the particular form of the structural axis. To do so, first works with a literature review, which aims to understand each concept individually, and then leave for an analysis of the relationship between the concepts adopted for the study, applied to the area of Linha Verde of Curitiba (South part from the revitalized old highway BR -116). The work analyzes, comparatively, the existing urban area already set focusing on the one hand, the southern structural axis (adopting as clipping study a stretch of Sete de Setembro avenue) and, on the other hand, the proposal for implementation of the Linha Verde, cutting the urban space in the North -South direction of the city. From the analysis of public space, urban mobility and mixed land use, the author's intention is recognize evidence of the future shape of the Linha Verde. The analysis was divided into three groups being reviewed, the first group formed by general urban parameters (coefficients of utilization, areas of land, area of occupancy and built area); the second group, formed by physical parameters of public space (areas of sidewalks, streets, permeable and green areas); third group formed by structural parameters (density and relationships between density and public areas). Based on analysis of the current Sete de Setembro avenue it was possible to draft the scenario that is considered closest to the reality of the Linha Verde in the future, and urban design guidelines and land use for the area, trying to give some contribution to the reflection on public policy regarding the planning and management of urban territory.pt_BR
dc.format.extent218p. : il. algumas color., grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEngenharia Civilpt_BR
dc.subjectSolo - Uso - Planejamentopt_BR
dc.subjectEspaços públicospt_BR
dc.subjectEspaço urbanopt_BR
dc.subjectTransportes - Planejamentopt_BR
dc.titleDiretrizes de uso e ocupação do solo : estudo de caso da linha verde de Curitiba/Paraná com foco nas relações entre uso misto do solo, mobilidade urbana e espaço públicopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record