Show simple item record

dc.contributor.authorSilva, Thaisa Wendhausen Ramos dapt_BR
dc.contributor.otherSantos, Alvaro Figueredo dospt_BR
dc.contributor.otherAuer, Celso Garciapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Agronomiapt_BR
dc.date.accessioned2013-11-27T17:02:38Z
dc.date.available2013-11-27T17:02:38Z
dc.date.issued2013-11-27
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/30118
dc.description.abstractResumo: Pinus taeda é uma espécie de importância econômica no setor florestal e suas sementes podem estar suscetíveis à perda de qualidade sanitária devido a sua associação com Fusarium spp., agente causal da podridão de raiz (PR) acarretando em perdas de plântulas no viveiro. O presente trabalho teve como objetivos: a) determinar o melhor método de detecção de Fusarium spp. em sementes de P. taeda; b) verificar a possível transmissão de Fusarium spp. das sementes para as plântulas; c) desenvolver uma escala descritiva de notas para avaliar a severidade da PR em mudas de P. taeda ; d) avaliar a patogenicidade e agressividade de isolados de Fusarium subglutinans; e) avaliar a eficiência do controle biológico e químico in vitro e in vivo. Para detecção de Fusarium spp. nas sementes foram aplicados três tratamentos: T1- blotter test; T2: papel cartão; T3- meio seletivo. A transmissão de Fusarium spp. foi avaliada em seis lotes de sementes de P. taeda. Foi avaliada a patogenicidade, agressividade e a área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD) de doze isolados de Fusarium subglutinans em mudas de P. taeda. Nos testes de controle biológico in vitro e in vivo foram utilizados três isolados de Trichoderma spp., exceto no pareamento de culturas os quais foram utilizados doze isolados de Trichoderma spp. Para o tratamento químico in vitro e in vivo das sementes foi utilizado tiofanato metílico + clorotalonil. Os testes de controle in vitro foram realizados pelo método do pareamento de culturas (antagonista x patógeno), produção de metabólitos voláteis, não voláteis e através da microbiolização das sementes com Trichoderma spp. Os testes in vivo, foram desenvolvidos em condições de viveiro. O método mais eficiente de detecção de Fusarium spp. nas sementes foi o meio seletivo. Não houve transmissão de Fusarium spp. das sementes paras as plântulas de P. taeda, no entanto Fusarium spp. causou apodrecimento na fase de germinação nos seis lotes de sementes avaliados. A escala descritiva elaborada permitiu avaliar a evolução dos sintomas da doença PR em mudas de P. taeda. Nove isolados de Fusarium subglutinans se mostraram patogênicos a mudas de P. taeda e o isolado L3R2 exibiu maior agressividade e AACPD. Houve efeito da produção de metabólitos voláteis e não voláteis por Trichoderma spp. na redução do crescimento do fitopatógeno. A microbiolização e o tratamento químico das sementes de P. taeda reduziram a incidência de Fusarium spp. em condições in vitro. Nos testes in vivo, a microbiolização das sementes de P. taeda promoveu maior velocidade de emergência das plântulas, maior percentagem de plântulas sadias, redução da percentagem de sementes não germinadas (SNG) e de SNG com Fusarium spp. Houve efeito positivo dos tratamentos químico e biológico no crescimento de plântulas. Os tratamentos biológico e químico se mostraram eficientes e promissores no controle de Fusarium spp. e apresentaram efeito positivo no crescimento das plântulas de P. taeda.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.titleAssociação de Fausarium spp. com sementes de pinus taedapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record