Show simple item record

dc.contributor.otherMatias, Jorge Eduardo Foutopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgicapt_BR
dc.creatorAlbano, Mauro Batistapt_BR
dc.date.accessioned2022-12-14T19:29:04Z
dc.date.available2022-12-14T19:29:04Z
dc.date.issued2012pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/28992
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Jorge Eduardo Fouto Matiaspt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica. Defesa: Curitiba, 05/10/2012pt_BR
dc.descriptionBibliografia: fls. 46-51pt_BR
dc.description.abstractResumo: A fixação do enxerto é um fator de extremamente importante na reconstrução do ligamento cruzado anterior. Os métodos de fixação tem de ser rígidos e resistentes a forças de tração para permitir os princípios vigentes de reabilitação pós operatória. Recentemente desenvolveu-se um sistema que utiliza pinos bioabsorvíveis transversos para a fixação osso-tendão-osso no túnel femoral. Objetivo: determinar a resistência inicial de fixação do bloco ósseo no interior do túnel femoral utilizando-se o sistema com pinos bioabsorvíveis transversos e comparar com o método tradicional de fixação que utiliza parafusos de interferência metálicos. Avaliar a resistência da fixação com pinos bioabsorvíveis ao se modificar o posicionamento rotacional do bloco ósseo no interior do túnel femoral. Material e métodos: quarenta espécimes de joelhos de ovinos, foram submetidos a reconstrução do ligamento cruzado anterior utilizando enxerto osso-tendão-osso. Em vinte espécimes utilizou-se os pinos bioabsorvíveis para a fixação do enxerto no túnel femoral, este grupo foi sub-dividido em dois, dez joelhos foram utilizados para fixação através da esponjosa e dez para fixação cruzando a tábua óssea cortical. Nos vinte espécimes restantes fixou-se o enxerto com parafusos de interferência metálico de 9mm. Resultados: Nos testes de tração em ciclo único , a resistência média encontrada no grupo fixado por parafusos de interferência foi 653.70N com uma rigidez média de 76,60 N. No grupo fixado com pinos que atravessam parte cortical do enxerto a média obtida foi 607,50 N com uma rigidez de 65, 80N. Na fixação com pinos apenas pela porção esponjosa do bloco ósseo obteve-se resistência de 710,10N com rigidez de 74,40 N. Para a análise estatística, foi considerado p <0,017. Conclusão: a fixação do enxerto ossotendão- osso com dois pinos bioabsorvíveis, independente do posicionamento rotacional no túnel femoral, permite uma fixação comparável em termos de resistência inicial ao parafuso de interferência metálico neste modelo experimental.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Graft fixation is an extremely important factor in the reconstruction of anterior cruciate ligament. The fixation methods must be rigid and resistant to tensile forces to allow the existing principles of postoperative rehabilitation. Recently, a new system has been developed that uses biodegradable pins for the fixation of bone-patellar tendon-bone in the femoral tunnel. Objective: The aims of this study are to determine the initial resistance of the fixation system with transverse biodegradable pins and compare to the traditional method of bonepatellar tendon-bone graft fixation with 9 mm metallic interference screws, also to evaluate the resistance of biodegradable pins when modifying the positioning of the rotational bone block inside the femoral tunnel. Material and methods: forty specimens of sheep knees, had been submitted the reconstruction of the anterior cruciate ligament using bone-tendon-bone graft. In twenty specimens one used the biodegradable pins for graft fixation in the femoral tunnel, this group was subdivided in two. The first was positioned across the cortical area of the bone block, performed in ten of the specimens, whereas in the other ten, the pins transfixed only the spongious area of the bone block. In twenty remaining specimens graft was fixed with metallic interference screws of 9mm. Results: In tensile tests on single cycle, the average strength found in the group fixed by interference screws was 653.70N with an average stiffness of 76.60 N. In the group with fixed pins traversing part cortical graft the average obtained was 607.50 N with a stiffness of 65, 80N. In fixation with pins only by spongy portion of the bone block was obtained resistance of 710.10 with stiffness of 74.40 N. For statistical analysis, was considered p <0.017. Conclusion: the bonetendon- bone graft fixed with biodegradable pins either through the spongious area or through the cortical portion in the femoral tunnel allows a comparable setting in terms of initial resistance to the interference metallic screw in this experimental model.pt_BR
dc.format.extent51f. : il. [algumas color.], grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectLigamento cruzado anteriorpt_BR
dc.subjectOvinos - Doençaspt_BR
dc.subjectOvinospt_BR
dc.subjectCirurgiapt_BR
dc.titleEstudo biomecânico da fixação transcortical ou transesponjosa do enxerto de tendão patelar com pinos bioabsorvíveis na reconstrução do LCA em ovinospt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record