Show simple item record

dc.contributor.authorJanz Junior, Dones Cláudiopt_BR
dc.contributor.otherLeandro, Jose Augustopt_BR
dc.contributor.otherLeite, Renato Lopes, 1961-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Históriapt_BR
dc.date.accessioned2020-05-29T14:45:51Z
dc.date.available2020-05-29T14:45:51Z
dc.date.issued2012pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/28116
dc.descriptionOrientadores : Prof. Dr. Renato Lopes Leite, Dr. José Augusto Leandropt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, Programa de Pós-Graduação em História. Defesa: Curitiba, 21/08/2012pt_BR
dc.descriptionBibliografia: fls. 153-161pt_BR
dc.description.abstractResumopt_BR
dc.description.abstractResumo: A eugenia foi um movimento que se fortaleceu nas últimas décadas do século XIX e início do século XX, estando presente nos círculos científicos de todo o mundo. Baseada nas então novas descobertas da ciência e usada como instrumento para se atingir o objetivo da "raça pura", foi tratada pelos historiadores por muito tempo como movimento homogêneo, centrado na Europa e Estados Unidos. Mais recentemente, porém, em meio ao crescente interesse pela genética, novas abordagens e estudos sobre o tema têm sido feitos, demonstrando a importância e as particularidades da eugenia em países como o Brasil. A proposta desse trabalho foi fazer um levantamento de como esse movimento foi absorvido no país, mais especificamente nos círculos científicos paranaenses, onde influenciou o conteúdo de uma das principais publicações médicas do estado, a Revista Médica do Paraná. O trabalho foi realizado através da análise das representações referentes à eugenia e suas ramificações presentes na publicação, no período entre 1931 e 1940. Dessa maneira, procurou-se demonstrar que a eugenia possuiu relevante papel nos debates sobre a sociedade paranaense, apresentando um caráter diversificado de uso entre os médicos do estado.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Eugenics was a movement that strengthened over the last decades of the nineteenth and early twentieth century and was present in scientific circles around the world. Based on the new scientific discoveries and used as an instrument to achieve the goal of a "pure race", it was treated by historians as a homogeneous movement centered in both Europe and the United States. More recently, however, in the midst of a growing interest in genetics, new approaches and studies on the subject have been made which have demonstrated the importance and the characteristics of eugenics in countries like Brazil. The purpose of this study was to explore how this movement was assimilated in to the country, specifically in the scientific circles of Parana, where the eugenic ideas influenced the content of one of the leading medical journals of the state, the Medical Journal of Parana. This study was performed by an analysis of the references to eugenics and its ramifications in the publications of the period between 1931 and 1940. We sought to demonstrate that eugenics had a significant role in the debates of the Paraná society and we present a diversified pattern of use between doctors in the state.pt_BR
dc.format.extent161f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertações - Históriapt_BR
dc.subjectEugeniapt_BR
dc.subjectHigienept_BR
dc.subjectGeneticapt_BR
dc.subjectEtnologiapt_BR
dc.subjectHistóriapt_BR
dc.titleA eugenia nas páginas da Revista Médica do Paraná, 1931-1940pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record