Show simple item record

dc.contributor.authorAbreu, Michelle Alves dept_BR
dc.contributor.otherMartins, Cesar de Castropt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Centro de Estudos do Mar. Programa de Pos-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceanicospt_BR
dc.date.accessioned2012-02-27T11:39:07Z
dc.date.available2012-02-27T11:39:07Z
dc.date.issued2012-02-27
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/26881
dc.description.abstractResumo: A existencia de um possível gradiente de contaminação ambiental, as fontes que contribuem para a composição da matéria orgânica sedimentar e as variações temporais desta foram investigadas ao longo do sub-estuário do Canal da Cotinga, no Complexo Estuarino de Paranaguá (CEP), PR através da anáise de multiparametros geoquímicos em amostras de sedimentos superficiais coletadas no inverno e no verão. Foram analisados os marcadores orgânicos geoquímicos: esteróides e hidrocarbonetos, alifáticos e aromáticos, além da granulometria. O valores encontrados variaram de 0,284 a 7,332 ƒÊg.g- 1; < LD a 57,2 ng.g-1; < LD a 1,69 ƒÊg.g-1 e de 2,54 a 51,9 ƒÊg.g-1, para os hidrocarbonetos alifáticos totais (HAs), hidrocarbonetos policíclicos aromaticos totais (HPAs), coprostanol e esteróis biogênicos totais (OLs), respectivamente. Os aportes petrogênicos são os principais contribuintes para a composição dos hidrocarbonetos alifáticos, pois a maior parte desses corresponde a Mistura Complexa nao Resolvida (MCNR). Os maiores valores médios de concentracao desses compostos foram encontrados no inverno, em valores decrescentes ao longo do suposto gradiente de contaminação Os índices selecionados e valores de concentração de classes de compostos indicaram que as principais fontes naturais correspondem aos aportes terrígenos. As maiores médias de HPAs foram encontradas no verão e no setor mediano do canal. As razoes selecionadas indicaram fontes pirolíticas e/ou associadas ao esgoto. As concentrações de coprostanol foram maiores no verão e decrescentes ao longo do suposto gradiente de contaminação. Os parâmetros de avaliação de contaminação por esteróis fecais indicaram ausência de tratamento de esgoto e a presença de níveis baixos de contaminação, decrescente em direção a desembocadura do canal. O setor mediano do canal apresentou as maiores concentracoes de esterois biogenicos totais, sendo que o dinosterol foi o composto predominante. Embora este composto seja um biomarcador de dinoflagelados, não foi possível obter conclusão sobre a sua principal fonte, devido a ausência de informações atuais acerca da composição das comunidades planctônicas na baia de Paranagua. A ausência de correlação entre os marcadores orgânicos e os parâmetros granulométricos indicou ausência de locais preferênciais de deposição de matéria orgânica sedimentar no canal da Cotinga. A forte correlação positiva entre marcadores orgânicos associados a aportes marinhos e terrígenos (esteróis marinhos e n-alcanos de cadeia longa ímpar) indicou que são múltiplas as contribuições de matéria orgânica sedimentar, no entanto as fontes terrígenas são predominantes.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAplicação de multiparâmetros geoquímicos na caracterização do gradiente de contaminação do ambiente estuarino no entorno da Cidade de Paranaguá, PR.pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record