Show simple item record

dc.contributor.advisorNishiyama, Anitapt_BR
dc.contributor.authorBatista, Vanessa Gomespt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecularpt_BR
dc.date.accessioned2018-04-20T19:45:19Z
dc.date.available2018-04-20T19:45:19Z
dc.date.issued2006pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/7405
dc.descriptionOrientadora: Anita Nishiyamapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular. Defesa: Curitiba, 2006pt_BR
dc.descriptionInclui bibliografiapt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Fisiologiapt_BR
dc.description.abstractIndivíduos diabéticos geralmente apresentam um quadro de dislipidemia associado a um comprometimento de seu sistema imunitário, o que prejudica sua qualidade de vida. Uma ferramenta empregada para controlar a lipemia sanguínea é a suplementação com lecitina de soja, a qual é capaz de reduzir a concentração de colesterol LDL e aumentar a concentração de colesterol HDL. Por outro lado, o efeito dessa suplementação sobre as células do sistema imunitário desses indivíduos ainda não foi elucidado. Por isso, este trabalho avaliou os efeitos da suplementação com lecitina de soja sobre a funcionalidade de células T e B provenientes do timo, baço e linfonodo mesentérico. Os parâmetros avaliados foram: capacidade proliferativa dos linfócitos por citometria de fluxo, metabolismo energético através da redução do MTT, produção de interleucinas IL-2, INF-., IL-4 e IL-10 e composição de ácidos graxos das membranas por. Outros parâmetros analisados foram ganho de peso e determinações séricas de glicose, colesterol e triacilglicerol. Para tal, ratos Wistar foram separados em quatro grupos: controle, suplementado, diabético e diabético suplementado. A indução de diabetes foi feita com estreptozotocina (60mg/Kg) e os animais dos grupos suplementados receberam diariamente, por via oral, 2g/Kg de lecitina de soja por 21 dias. Após esse período os animais foram guilhotinados. O sangue foi recolhido para as determinações bioquímicas e os órgãos linfóides removidos. Os linfócitos de cada grupo e de cada órgão linfóide foram estimulados por ConA ou LPS e após 66 horas de cultivo foram realizados os ensaios do MTT e determinação de proliferação celular. A partir dessas mesmas culturas foram dosadas as concentrações de interleucinas. Os resultados demonstram um efeito principalmente inibitório sobre a proliferação de linfócitos T e B de animais diabéticos que receberam lecitina de soja. A suplementação foi capaz ainda de modular a produção de IL-2 pelos animais diabéticos, porém a proliferação celular não foi afetada por alterações na síntese dessa interleucina. Isso demonstra que outros mecanismos de ação podem estar envolvidos. A composição de ácidos graxos das membranas, nessa dose e tempo de tratamento, não foi alterada. Entretanto, é possível que tenham ocorrido alterações na composição de ácidos graxos de microdomínios de membrana, de onde partem os sinais de transdução. Isso porque se sabe que os lipídios da dieta são incorporados às membranas e alterações na funcionalidade ocorreram principalmente em células Th1 – dependente desses microdomínios, e não em Th2, cuja ativação não está ligada a tais estruturas. Nessas condições experimentais, o uso de lecitina de soja alterou a função de células T e B, indicando um caráter imunomodulatório da fosfatidilcolina.pt_BR
dc.description.abstractDiabetic individuals often presents increased levels of triglycerides and LDLcholesterol associated to an immune response impairment, two features related to a limited health quality. One tool that could be useful to those individuals is the dietary supplementation with soybean lecithin, which is known to reduce cholesterol levels. However the effects of dietary soybean lecithin upon immune system are still unknown. In this work it was evaluated the effects of dietary supplementation with soybean lecithin upon T and B cells from thymus, spleen and mesenteric lymph nodes. Wistar rats were separated into four groups: (C) control, (S) supplemented; (D) diabetic and (SD) supplemented diabetic group. Diabetes was induced by injecting 60mg/kg b.w of streptozotocin. Supplemented groups received 2g/kg b.w, daily, for 21 days. After this period, it was evaluated: lymphocyte proliferation, MTT reduction capacity, cytokine production (IL-2, INF-ã, IL-4 and IL-10) and fatty acids composition of the cellular membranes. Others parameters were weight gain, plasma glucose, cholesterol and triglycerides levels. Lymphocytes were stimulated with ConA or LPS for 66 hours in culture. The results show that diabetic animals which received the dietary supplementation presented an impairment of B and T cell proliferation. IL-2 production was modulated but this alteration does not seem to be responsible for the impairment of lymphocyte proliferation, since IL-2 production was higher in SD groups. Other mechanism may be involved. The fatty acid composition of the cellular membranes did not present any alteration in these experimental conditions. Although it is known that dietary lipids are incorporated into cell membranes, Th1 cells but not Th2 cells had their activity modulated by the dietary supplementation with soybean lecithin. Fatty acids incorporation could have occurred into specific microdomains, since lipid rafts of the membranes are involved in Th1 cells but not in Th2 cells. We conclude that, in these experimental conditions, dietary supplementation with soybean lecithin altered T and B cells functions, indicating an immunomodulatory effect of phosphatidylcholine.pt_BR
dc.format.extentvi, 84f. : grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectÁcidos graxospt_BR
dc.subjectBiologia celularpt_BR
dc.subjectLecitinapt_BR
dc.subjectDiabetespt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectCitologia e biologia celularpt_BR
dc.subjectBiologia molecularpt_BR
dc.titleCaracterização do perfil de ácidos graxos do timo, baço e linfonodo mesentérico de ratos diabeticos e os efeitos da suplementação com fosfatidilcolina sobre a composição lipídica das membranas e funcionalidade de células B e Tpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record