Show simple item record

dc.contributor.authorJoaquim, Idalécio Pascoal, 1984-pt_BR
dc.contributor.otherCamboim, Silvana Philippi, 1977-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Ciências Geodésicaspt_BR
dc.date.accessioned2021-04-08T14:02:05Z
dc.date.available2021-04-08T14:02:05Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/70047
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Silvana Philippi Camboimpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Ciências Geodésicas. Defesa : Curitiba, 20/02/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 112-122pt_BR
dc.description.abstractResumo: A avaliação da qualidade dos dados nos sistemas VGI tem sido caracterizada pela procura do estabelecimento de procedimentos metodológicos que sejam adequados no alcance de resultados em situações diversas. Esta pesquisa objetiva avaliar a evolução dos parâmetros de qualidade dos dados da plataforma OSM na cidade Beira em Moçambique, num período de cinco anos (2015 a 2019) e descrever as influências do processo de mapeamento colaborativo conduzido por razões de ocorrência de desastres e crises humanitárias; proceder à análise dos resultados sobre a sua qualidade em relação a outros parâmetros, como os dados demográficos. A pesquisa justifica-se pela necessidade de contribuir sobre o mapeamento colaborativo nos países em desenvolvimento e para o presente caso Moçambique dadas as dificuldades enfrentadas pela Agência Nacional de Mapeamento. A metodologia usada, tomou em consideração a completude em relação à rede viária e edificações, para posterior correlação com a densidade populacional. Os resultados encontrados apontaram para uma maior completude na evolução da rede viária para o ano 2019 (7.845 km), razoável em 2018 (3.159,77 km) e fraca para os anos 2017 (507.213 km), 2016 (400.476 km) e 2015 (669.698 km). Nas edificações, foi também maior em 2019 (186.892), razoável em 2017 (17.280). A completude em relação à densidade da rede viária e edificações foi maior nos bairros localizados à nível do centro da cidade e fraca nos bairros mais afastados considerados de expansão e menos povoados. Dada a finalidade que era estabelecer a correlação entre os parâmetros de qualidade e a densidade demográfica, os resultados apontaram para uma classificação razoável em 2019 (0,4) e fraca em 2018 (0,3) em relação a rede viária. Nas edificações ficaram em forte para 2019 (0,79) e fraca em 2018 (0,1). As atividades de mapeamento participativo da Humanitarian OpenStreetMap Team (HOT) sobre o ciclone Idai tiveram uma influência considerável na produção de dados para o ano 2019 em relação aos restantes anos no período de avaliação. A completude dos atributos é fraca, pois 13.839,5 km de extensão de vias não apresenta nomes e somente 836,34 km tem nomes, facto justificado pelo domínio da participação remota no mapeamento de feições sem o conhecimento local. Recomenda-se a necessidade de maior envolvimento da comunidade local, através de iniciativas junto às instituições de ensino e em comunidades vulneráveis a desastres naturais. Com vista a dar maior proveito as informações do mapeamento colaborativo, recomenda-se também a exploração de aspectos econômicos, culturais e sociais na área de estudo considerando a sua influência sobre a realidade local. Palavras-chave: OpenStreetMap. Mapeamento colaborativo. Informação Geográfica Voluntária, Ciclone Idaipt_BR
dc.description.abstractAbstract: The evaluation of the quality of the data in VGI systems has been characterized by demand for establishment of procedure methodologies that are appropriate in the scope of the results. This research aims to evaluate the evolution of the parameters of quality of data from OSM platform in Beira city within a period of five years (2015 to 2019) and describe the influences of the collaborative process conducted by reasons for the occurrence of disasters and humanitarian crises. And the correlation of the results on its quality with the demographic data. The research is justified by the need to contribute to research on the collaborative in developing countries and to the present case Mozambique given the constraints that the National Agency of Mapping is facing. The methodology used, took into account the completeness in relation to road network and buildings, for further correlation with population density. The results pointed to a higher completeness in the evolution of the road network for the year 2019 (7,844.77 m), reasonable in 2018 (3,159.77 km) and weak for the years 2017 (507,213 km), 2016 (400,476 km) and 2015 (669,698 km). The buildings were also higher in 2019 (186,892), reasonable in 2017 (17,280). The completeness in relation to density of roads and buildings was higher in neighbourhoods located at the center of the city and weak in more distant neighbourhoods considered expansion and less populated. Given that the purpose was to establish the correlation between the quality parameters and the demographic density, the results pointed to a reasonable classification in 2019 (0.4) and low in 2018 (0.3) in relation to the road network. The buildings remained strong for 2019 (0.79) and weak in 2018 (0.1). The activities of participatory mapping of hot on the cyclone Idai had a considerable influence on the production of data for the year 2019 in relation to the remaining years in the evaluation period. The completeness of the attributes is weak, because 13,839.5 km of extension of tracks do not have names and only 836.34 km has a name, a fact justified by remote participation in mapping features without local knowledge. It is recommended that the need for greater involvement of the local community, through initiatives together with institutions of education and in communities vulnerable to natural disasters. With a view to take greater advantage of the information of the mapping cooperated, it is also recommended that the exploration of economic, cultural and social issues in the area of study considering its influence on the local reality. Keywords: OpenStreetMap. Collaborative Mapping. Voluntary Geographic Information. Cyclone Idai.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (126 p.) : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMapeamento digitalpt_BR
dc.subjectCiclonespt_BR
dc.subjectGeodésiapt_BR
dc.subjectSistemas de informações geográficaspt_BR
dc.titleAvaliação multitemporal da qualidade intrínseca de dados na plataforma OpenStreetMap na cidade da Beira - Moçambiquept_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record