Show simple item record

dc.contributor.authorSOTTO MAIOR NETO, Olympio de Sá;
dc.contributor.authorFACHIN, Luiz Edson
dc.contributor.authorLIMA, Maria Aparecida Blanco
dc.contributor.editorCEVpt_BR
dc.contributor.otherCOMISSÃO ESTADUAL DA VERDADEpt_BR
dc.coverage.temporal2010-2019pt_BR
dc.date.accessioned2020-10-02T22:03:26Z
dc.date.available2020-10-02T22:03:26Z
dc.date.issued2013-07-11
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/68770
dc.descriptionPara a constituição do relatório são apresentados resumos e trechos de ofícios, jornais de época, depoimentos e documentos do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná que remetiam ao caso do magistrado, assim como informações prestadas pela esposa de Aldo, Zuleika Maranhão Fernandes e sua sobrinha Márcia, bem como declarações do depoente de quando ele foi preso e interrogado pelo DOPS, em 1975.pt_BR
dc.description.abstractO documento apresenta uma síntese do caso de Aldo Fernandes, Juiz de Direito da Comarca de Londrina que sofreu dois processos de privação de liberdade durante o período ditatorial, sendo o primeiro quando foi preso em maio de 1964 e o segundo durante a “Operação Marumbi”. Aldo teria sido aposentado compulsoriamente através do Decreto N.° 15.090, do Governo do Estado e teve seus direitos políticos suspensos por 10 anos, sendo anistiado em 1979, quando retomou às suas funções públicas. O caso de Aldo na Comissão Estadual da Verdade derivou do requerimento de sua viúva, Zuleika Maranhão Fernandes. O relatório apresenta trechos dos documentos apresentados por sua mulher, que estariam na pasta da Secretaria de Estado da Segurança Pública/Departamento de Polícia Civil/Divisão de Segurança das Informações denominada Dr. Aldo Fernandes e que apontam para o monitoramento do juiz desde o ano de 1957, quando Aldo foi relacionado com atividades subversivas e comunistas. Na mesma pasta, constam informações sobre como foi a sua prisão em 1964. O relatório é finalizado com algumas sugestões, como a localização de certos documentos e pareceres pela Comissão Estadual da Verdade junto aos arquivos do Poder Executivo do Estado do Paraná, a realização de um ato solene de pedido de desculpas à família do magistrado e que o presente relatório fosse incorporado no relatório final da Comissão Estadual da Verdade, assim como no da Comissão Nacional da Verdade.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsAtribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectFERNANDES, ALDO;pt_BR
dc.subjectCOMISSÃO ESTADUAL DA VERDADE DO PARANÁ - AUDIÊNCIAS - CURITIBA;pt_BR
dc.subjectPARTIDO COMUNISTA BRASILEIRO REVOLUCIONÁRIO – REPRESSÃO - NORTE DO PARANÁ;pt_BR
dc.subjectDOPS - PARANÁ;pt_BR
dc.subjectDIREITOS POLÍTICOS - CASSAÇÃO;pt_BR
dc.subjectAPOSENTADORIA COMPULSÓRIA;pt_BR
dc.subjectOPERAÇÃO MARUMBI- DITADURA;pt_BR
dc.titleRelatório preliminar da Comissão Estadual da Verdade do Paraná sobre Aldo Fernandespt_BR
dc.typeReportpt_BR
dc.description.originCEVpt_BR
dc.format.colormonochromept_BR
dc.description.conservationÓTIMOpt_BR
dc.format.originalreplicapt_BR
dc.contributor.speakerFERNANDES, Zuleika Maranhãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil