Show simple item record

dc.contributor.advisorSampaio, Armando Vaz, 1965-pt_BR
dc.contributor.authorSchio, Thyago Américo, 1988-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.date.accessioned2020-03-20T17:44:30Z
dc.date.available2020-03-20T17:44:30Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/66061
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Armando Vaz Sampaiopt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômico. Defesa : Curitiba, 05/12/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 78-79pt_BR
dc.description.abstractResumo: Esta tese tem como finalidade encadear três ensaios independentes que tratam da recuperação judicial de empresas no Brasil. No primeiro ensaio é feita uma introdução do assunto, buscando responder a seguinte questão: para o caso brasileiro, porte empresarial e conjuntura macroeconômica impactam na probabilidade de aprovação das recuperações judiciais? Os resultados encontrados demonstram que porte empresarial e conjuntura macroeconômica possuem relevância no contexto das recuperações judiciais, pois influenciam o processo decisório quando da votação dos planos de recuperação judicial. Já o segundo ensaio aprofunda o debate sobre o tema da recuperação judicial de empresas no Brasil, buscando evidências da relação existente entre macroeconomia e os pedidos de recuperação judicial. Especificamente, a seguinte questão norteia o trabalho: como as condições macroeconômicas e a estabilidade macroeconômica impactam nos pedidos de recuperação judicial? Os resultados evidenciam a necessidade de se compreender o evento da insolvência empresarial para se estudar o fenômeno da recuperação judicial, ponderando-se a relevância das condições macroeconômicas. Por fim, no terceiro ensaio se investiga o fenômeno da insolvência empresarial no Brasil, identificando fatores chaves que explicam o processo de insolvência das empresas não financeiras brasileiras. A seguinte questão norteia o trabalho: quais são as variáveis relevantes para prever o risco de insolvência de empresas não financeiras no Brasil? Para tanto, foram desenvolvidos dois modelos empíricos para previsão da insolvência, sendo um modelo de Cox e um modelo logístico. Como resultados, constatou-se a superioridade do modelo logístico enquanto método preditor, modelo este que se alicerçou em indicadores de liquidez, de rentabilidade, de endividamento e de rotatividade no processo de previsão da insolvência de empresas não financeiras. Palavras-chave: Recuperação judicial. Bancarrota. Insolvência.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This thesis aims to link three independent essays that concerns judicial reorganization of companies in Brazil. In the first paper the subject is introduced. The study aims to answer the following question: for the Brazilian case, does business size and macroeconomic conjuncture impact the probability of approval of judicial recoveries? The results demonstrate that business size and macroeconomic situation are relevant in the context of judicial reorganizations, as they influence the decision process when voting on judicial recovery plans. The second essay deepens the debate on the topic of judicial reorganization in Brazil, seeking evidence of the relationship between macroeconomics and requests for judicial reorganization. The following question is made: How do macroeconomic conditions and macroeconomic stability impact requests for judicial reorganization? The results highlight the need to consider the business insolvency to study the phenomenon of judicial reorganization, considering the relevance of macroeconomic conditions. The third essay studies the phenomenon of corporate insolvency in Brazil, identifying key factors that explain the insolvency process of Brazilian non-financial corporations. The following question is made: For the Brazilian case, which variables are relevant to predict the insolvency risk of non-financial companies? To do so, two empirical models were developed, one Cox model and one logistic model. As results, the superiority of the logistic model as a predictor method was verified, which model was based on indicators of liquidity, profitability, indebtedness and turnover in the process of forecasting insolvency of non-financial companies. Keywords: Judicial reorganization. Bankrupcty. Insolvency.pt_BR
dc.format.extent80 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMacroeconomiapt_BR
dc.subjectCrescimento e Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.subjectEmpresas - Falênciapt_BR
dc.titleEnsaios econômicos sobre a recuperação judicial de empresas no Brasilpt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record