Show simple item record

dc.contributor.advisorCodato, Adriano Nervo, 1965-pt_BR
dc.contributor.authorCruz, Katiano Miguel, 1985-pt_BR
dc.contributor.otherBolognesi, Bruno, 1982-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Ciência Políticapt_BR
dc.date.accessioned2020-01-23T16:28:58Z
dc.date.available2020-01-23T16:28:58Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/65342
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Adriano Nervo Codatopt_BR
dc.descriptionCoorientador: Prof. Dr. Bruno Bolognesipt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política. Defesa : Curitiba, 28/08/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 105-111pt_BR
dc.description.abstractResumo: O conceito de institucionalização, em sua definição clássica, refere-se ao processo pelo qual organizações, condutas e/ou processos se tornam estáveis no tempo e adquirem valor por si mesmas. Na teoria partidária, o conceito é utilizado principalmente para duas funções: análise da evolução e consolidação de sistemas partidários, e análise de partidos políticos. O foco desta dissertação é o conceito de institucionalização referido a partido. No caso específico de partidos políticos, o processo de institucionalização pode ser entendido como a passagem do caráter de organizações para o de instituições, contemplando as várias dimensões de ação dos partidos, seja dimensão estrutural/organizacional ou dimensão atitudinal/ideológica. Com isso em mente, esta pesquisa objetivou responder duas questões principais: 1) como a Ciência Política trata o conceito de institucionalização partidária; e 2) como a Ciência Política se propõe a mensurar tal conceito. Trata-se de pesquisa em caráter exploratório, realizada através da técnica de revisão sistemática da literatura e que também utiliza uma abordagem bibliométrica. Com estas, foram analisados 45 artigos (indexados principalmente na base Scopus), o que permitiu a categorização e a quantificação das características metodológicas, unidades de análise, encontrar consensos e dissensos sobre a conceituação, como são as propostas de mensuração, além de categorias e agrupamento de resultados. A análise bibliométrica foi feita a partir de dois tipos de rede: cocitação e acoplamento bibliográfico. Esses recursos identificaram a estrutura intelectual desse subdomínio científico, seus autores fundamentais e principais referências, além de aproximar os documentos a partir de temas e abordagens convergentes. Constatou-se que, nessa literatura, foram mobilizadas 20 variáveis/critérios, ou dimensões conceituais, e 126 indicadores empíricos, detalhados no estudo. A maioria dos textos são Large N (45%), e predominantemente qualitativos (66%). Na discussão, apresenta-se como são as propostas de mensuração utilizadas, métodos e técnicas utilizadas na literatura, além das categorizações sobre a conceituação da institucionalização partidária, num total de seis categorias, e categorização de agrupamentos de resultados (ou proposições conclusivas) dos estudos revisados, num total de cinco categorias. A discussão demonstra, de forma sistemática, como a confusão conceitual da literatura não está apenas na operacionalização do conceito, mas vem já na definição, e que a agenda de pesquisa sobre um modelo empírico para mensuração ainda persiste. Palavras-chave: Institucionalização partidária. Teoria partidária. Partidos políticos. Revisão sistemática. Bibliometria.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The concept of institutionalization, in its classical definition, refers to the process by which organizations, behaviors and/or processes become stable over time and acquire value by themselves. In party theory, the concept is mainly used for two functions: analysis of the evolution and consolidation of party systems, and analysis of political parties. The focus of this dissertation is the concept of institutionalization related to the party. In the specific case of political parties, the process of institutionalization can be understood as the passage from organizations to institutions, contemplating the various dimensions of action of the parties, whether structural/organizational or attitudinal/ideological. With this in mind, this research aims to answer two main questions: 1) how Political Science deals with the concept of party institutionalization; and 2) how Political Science proposes to measure this concept. This is an exploratory research, carried out through the technique of systematic literature review and which also uses a bibliometric approach. Forty-five articles are analyzed (indexed mainly in the Scopus database). The systematic review allows the categorization and quantification of methodological characteristics, units of analysis, finding consensus and dissent on the concept, how the measurement proposals are, and grouping results. The bibliometric analysis was based on two types of network: citation and bibliographic coupling. These resources identify the intellectual structure of this scientific subdomain, the fundamental authors and main references, in addition to approximating the documents from themes and convergent approaches. It was found that, in this literature, 20 variables/criteria, or conceptual dimensions, and 126 empirical indicators were mobilized, detailed in the study. The majority of the texts are Large N (45%), and predominantly qualitative (66%). In the discussion, it is presented how are the measurement proposals, the methods and techniques used, in addition to the categorizations of concepts of party institutionalization (six categories), and categorizations of groupings of results (or conclusive proposals) of the studies reviewed (five categories). The discussion demonstrates, in a systematic sense, how the conceptual confusion of the literature is not only in the operationalization of the concept, but already comes in the definition, and that the research agenda on an empirical model for measurement still persists. Keywords: Party institutionalization. Party theory. Political parties. Systematic review. Bibliometric networks.pt_BR
dc.format.extent139 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectPartidos politicospt_BR
dc.subjectBibliometriapt_BR
dc.subjectCiência Políticapt_BR
dc.subjectCiência política - Brasilpt_BR
dc.titleO conceito de institucionalização partidária : análise sistemática da literaturapt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record