Show simple item record

dc.contributor.advisorLuchese, Augusto Vaghetti, 1979-pt_BR
dc.contributor.authorLiebert, Samuel Henriquept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Palotina. Curso de Graduação em Agronomiapt_BR
dc.date.accessioned2021-03-18T11:33:21Z
dc.date.available2021-03-18T11:33:21Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/62240
dc.descriptionOrientador : Augusto Vaghetti Luchesept_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Palotina, Curso de Graduação em Agronomiapt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : O Fósforo é um nutriente pouco móvel, e sua disponibilidade é influenciada por vários aspectos do solo que afetam a resposta das culturas à aplicação do mesmo, dessa maneira a aplicação de forma eficiente deste nutriente resulta em melhores produtividades e maior lucratividade. Esse objetivou avaliar a eficiência da adubação fosfatada aplicada em sulco ou a lanço em solo argiloso na cultura da soja. O estudo foi realizado em Latossolo Vermelho eutroférrico textura argilosa no Município de Nova Santa Rosa – PR, sob semeadura direta na cultura da soja na safra 2016/2017, de textura argilosa. Utilizou-se o delineamento experimental em blocos casualizados em fatorial 2 x 3 +1 sendo o fator 1 a forma de aplicação (lanço ou sulco) e o fator 2 as 3 doses de fósforo (32, 63 e 95 kg ha-1 de P2O5) %, e um tratamento testemunha sem adubação fosfatada, realizados em 4 repetições. Coletou-se dados de produtividade e teores de P no tecido foliar, solo e grãos. Os dados foram submetidos a análise de variância com o fator 1 avaliado por teste de Tukey e o fator 2 por regressão. A análise de variância não mostrou interação entre os fatores avaliados, e o tratamento testemunha não se diferiu dos demais em nenhuma variável analisada. As formas de aplicação à lanço ou na linha apresentaram diferenças significativas para a produtividade onde a aplicação em linha produziu 678,78 kg ha-1 a mais que a aplicação a lanço. Os teores de P na semente e no tecido foliar não apresentaram nenhuma diferença estatística entre as doses e formas de aplicação. No solo, o aumento das doses promoveu um crescimento linear nos teores de P disponível, porém não refletiram nos demais parâmetros avaliados. O teor de P no solo considerado alto (8,53 mg dm-³) possivelmente reduziu o efeito da resposta das plantas as doses de P. Palavras-chave: Modos de aplicação; Fósforo; Glycine max;pt_BR
dc.format.extent30 p.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectAgronomiapt_BR
dc.titleManejo de adubação fosfatada para a cultura da soja em solo argilosopt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record