Show simple item record

dc.contributor.advisorSampaio, Armando Vaz, 1965-pt_BR
dc.contributor.authorSato, Vinícius Hiroshi, 1989-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.date.accessioned2018-10-03T19:14:34Z
dc.date.available2018-10-03T19:14:34Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/57309
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Armando Vaz Sampaiopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômico. Defesa : Curitiba, 13/03/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.36-40pt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho apresenta um modelo teórico de competição com custos de mudança e efeitos de rede para o setor bancário comercial brasileiro, estabelecendo um parâmetro (k) para relacionar a proporção destes fenômenos. Tal como, apurar o modelo de competição por preços de Bertrand, ponderado pelo Modelo Linear de Hotelling com diferenciação horizontal de produtos para o mercado bancário comercial brasileiro. Ao explorar este mercado imperfeito, evidencia-se que nem grandes efeitos de rede ou grandes custos de mudança sozinhos podem conduzir o mercado bancário para um resultado de monopólio. No primeiro caso, há multiplicidade de equilíbrios e, neste último caso, o equilíbrio único de compartilhamento de mercado exclui o estabelecimento de um resultado de monopólio incontestável. Cabe destacar que a situação de monopólio (que pode apresentar-se de maneira alternada ou monótona) emerge somente quando fortes efeitos de rede são combinados com altos custos de mudança. Na situação em que os efeitos de rede são muito mais relevantes que os custos de mudança, a assimetria do Market share das firmas se torna menos proeminente para o monopólio (a situação contrária também é válida). Palavras-chave: Efeitos de rede. Custo de mudança. Competição de Bertrand. Competição Bancos. Modelo Linear de Hotelling.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The scope of this essay is to present a theoretical model of competition with switching cost and network effects to the Brazilian commercial banking sector, by incorporating a parameter (k) to establish a proportion of impact of these phenomena. As well as, to determine the Bertrand price competition model, ponder by the Hotelling Linear Model with horizontal product differentiation to the Brazilian commercial banking market. In analyzing this imperfect market, it is evident that neither large network effects nor large switching costs alone can lead the banking market to a monopoly outcome. In the first case, there is a multiplicity of equilibria, and in the latter case the single equilibrium of market sharing excludes the establishment of an incontestable monopoly result. Take into account that the monopoly situation (which may occur alternately or monotonously) emerges only when strong network effects are combined with high switching costs. In the situation where network effects are much more relevant than switching costs, the asymmetry of firms' market share becomes less prominent for monopoly (the opposite is also true). Palavras-chave: Network Effects. Switching Cost. Bertrand Competition. Bank Competition. Hotelling Linear Model.pt_BR
dc.format.extent42 p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectBancos - Concorrenciapt_BR
dc.subjectCrescimento e Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.subjectBancos - Custospt_BR
dc.titleCompetição com custos de mudança e efeitos de rede no setor bancário brasileiro : uma abordagem via modelo de hotellingpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record