Show simple item record

dc.contributor.authorBrincas, Heloisa Magagninpt_BR
dc.contributor.otherRibeiro, Enilze Maria de Souza Fonseca, 1958-pt_BR
dc.contributor.otherCavalli, Iglenir Joãopt_BR
dc.contributor.otherAlmeida, Rodrigo Coutinho dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Genéticapt_BR
dc.date.accessioned2018-12-07T19:40:01Z
dc.date.available2018-12-07T19:40:01Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/56152
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Enilze Maria de Souza Fonseca Ribeiropt_BR
dc.descriptionCoorientadores: Prof. Dr. Iglenir João Cavalli e Dr. Rodrigo Coutinho de Almeidapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Genética. Defesa : Curitiba, 29/03/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.70-78pt_BR
dc.description.abstractResumo: O câncer de mama é o tipo de câncer mais frequente na população feminina brasileira, sem considerar os tumores de pele não melanoma e mundialmente é considerado a principal causa de morte por câncer entre as mulheres. Tumores têm alterações genéticas que afetam os produtos da expressão gênica e, neste contexto, os microRNAs (miRNAs) desempenham um papel importante no desenvolvimento do câncer, modulando a expressão de oncogenes e genes supressores de tumor. Polimorfismos localizados em genes que codificam miRNAs são capazes de alterar sua interação com o substrato, o RNA mensageiro, interferindo, gerando ou removendo os sítios de ligação dos miRNAs e alterando seu nível de expressão. Essas variantes genéticas podem ser de grande impacto para a biologia pois cada miRNA regula diferencialmente um grande número de alvos. No presente estudo foi avaliado o polimorfismo rs2910164, localizado na região seed do miR-146a, em 326 pacientes portadoras de câncer de mama esporádico e em 411 controles sem histórico de neoplasias, provenientes de uma população brasileira da cidade de Curitiba, PR. Para a genotipagem dos pacientes e controles foi utilizada a técnica de PCRSSP e, para complementar, foram realizadas análises in silico para se acessar dados de expressão do MIR146A no banco de dados de câncer TCGA. A análise da variância e o teste do Qui-Quadrado foram utilizados, respectivamente, na comparação entre as médias das idades e na análise de parâmetros histopatológicos (invasão de linfonodos regionais, grau de diferenciação tumoral e subtipo imunoistoquímico) dentre os diferentes genótipos. O estudo de associação caso-controle indicou presença de associação positiva quando analisados os genótipos CC/GC versus o genótipo GG (OR=1,38 - IC95%=1,03- 1,85). O teste do Qui-Quadrado de homogeneidade também foi utilizado para o teste do modelo dominante do alelo de risco (C) corroborando o resultado do OR com ?²= 4,66 e p<0,05. Nas análises dos parâmetros histopatológicos e de idade, não foram detectadas diferenças estatisticamente significativas. Nas análises in silico observamos uma maior expressão do MIR146A em câncer de mama em relação ao tecido normal, principalmente no subtipo triplo-negativo. Embora a associação do rs2910164 com o câncer de mama já tenha sido estudada anteriormente, este é o primeiro relato em uma amostra de população brasileira. Com base nestes resultados, concluímos que, nesta amostra, a variante alélica C do rs2910164 está positivamente associada com a suscetibilidade ao câncer de mama, mas não influencia na progressão da doença. Palavras-chave: rs2910164; miR-146a; Câncer de mama; População brasileira.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Breast cancer is the most frequent type of cancer in the Brazilian female population, without taking into account non-melanoma skin cancer and it is considered the leading cause of death by cancer among women worldwide. Tumours have genetic alterations that affect the products of gene expression and, in this context, microRNAs (miRNAs) play an important role in cancer development by modulating the expression of oncogenes and tumour suppressor genes. Polymorphisms located in genes encoding miRNAs are capable of altering their interaction with substrate, messenger RNA, by interfering, generating or removing miRNA binding sites and by altering their expression levels. These genetic variants can be of great impact for biology, since each miRNA differentially regulates a large number of targets. In the present study, the polymorphism rs2910164, located in the seed region of miR-146a, was evaluated in 326 patients with sporadic breast cancer and in 411 controls with no history of neoplasia, from a Brazilian population from Curitiba, PR. For genotyping patients and controls, PCR-SSP technique was used and, in addition, in silico analysis were performed to access the expression levels of miR146A in TCGA datasets. The analysis of variance and the chi-square test were used, respectively, in the comparison between the means of age and the analysis of histopathological parameters (regional lymph node invasion, degree of tumour differentiation and immunohistochemical subtype) among different genotypes. The case-control association study indicated a positive association when we analysed CC/GC genotypes versus GG genotype (OR=1.38, 95%CI=1.03-1.85). The chi-square homogeneity test was also used to test the dominant model of C-risk allele, corroborating the OR result with ?²= 4.66 and p<0.05. In the analysis of histopathological and age parameters, no statistically significant differences were detected. We observed in the in silico analysis a greater expression of MIR146A in breast cancer compared to normal tissue, especially in triple-negative subtype. Even though the association of rs2910164 has already been studied previously, this is the first report in a sample of Brazilian population. Based in these results, we conclude that in this sample, the C allele variant of rs2910164 is positively associated with breast cancer susceptibility, but does not influence the disease progression. Keywords: rs2910164. miR-146a. Breast Cancer. Brazilian Population.pt_BR
dc.format.extent83 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMamas - Cancerpt_BR
dc.subjectGenéticapt_BR
dc.subjectMicroRNAspt_BR
dc.titleEstudo de associação do polimorfismo RS2910164 no gene MIR146A em pacientes portadoras de carcinoma esporádico de mamapt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record