Show simple item record

dc.contributor.advisorMonteiro Filho, Emygdio Leite de Araujo, 1957-pt_BR
dc.contributor.authorPesaroglo, Lucimary Steinke Decontopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Zoologiapt_BR
dc.date.accessioned2019-01-10T21:01:57Z
dc.date.available2019-01-10T21:01:57Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/55796
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Emygdio Leite de Araujo Monteiro Filhopt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Zoologia. Defesa : Curitiba, 22/02/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.90-102pt_BR
dc.description.abstractResumo: Poucos estudos com bioacústica marinha, particularmente no Brasil, observam a importância da caracterização do ambiente para corretas descrições de emissões sonoras de cetáceos. Por isso, esta tese tem como objetivo determinar a importância de fatores ambientais para a propagação de sons do boto-cinza, Sotalia guianensis (Mammalia: Delphinidae), uma espécie que habita ambientes estuarinos e utiliza marcadamente os sinais acústicos para sobreviver e se reproduzir. Para tal, o Capítulo I apresenta os resultados de um experimento de propagação sonora, que utilizou playbacks de sons da espécie em dois locais com parâmetros ambientais diferentes, no nordeste e sudeste do Brasil. Este experimento teve como finalidade verificar a influência de escalas de variação espacial, temperatura, salinidade, profundidade, oxigênio dissolvido, turbidez e distância origem-receptor do som sobre a propagação destes sons. Se estes parâmetros ambientais podem variar conforme o espaço, também se alteram conforme o período do ano, na escala temporal. Por isso, o Capítulo II utilizou os mesmos princípios metodológicos do Capítulo I para verificar a influência das estações do ano, verão e inverno, sobre a propagação de um assobio de S. guianensis em Cananéia, sudeste do Brasil. Por último, o Capítulo III tem como objetivo caracterizar a composição do ruído natural e antropogênico de um setor do estuário de Cananéia, já que o ruído é outra importante fonte sonora que influencia na comunicação subaquática. Neste capítulo, foi testado se a presença de embarcações, o tipo de maré (enchente ou vazante), a velocidade do vento e a temperatura superficial da água alteram o nível de pressão sonora do ruído no estuário. Os resultados desta tese demonstram que os principais parâmetros do ambiente que influenciam os sons de S. guianensis são a salinidade, a concentração de oxigênio dissolvido e a turbidez da água. Também, a propagação destes sons é influenciada nas menores escalas espaciais (dezenas de metros e centenas de metros) e não houve importância da estação do ano sobre os parâmetros sonoros do assobio da espécie. A presença de embarcações e a maré enchente são variáveis que aumentam o nível de ruído no estuário de Cananéia, sendo que o vento e a temperatura da água não influenciaram na intensidade do ruído na região, em nenhuma faixa de frequência sonora analisada. Os resultados desta tese permitem concluir que há uma influência dos parâmetros ambientais na propagação de sons de S. guianensis. Portanto, para que os sons emitidos por esta espécie cheguem ao destino com a mesma eficiência, os indivíduos necessitam adaptar seu repertório sonoro às diferentes condições ambientais, sejam elas naturais ou modificadas pelo homem, em seus habitats. Palavras-chave: Boto-cinza. Propagação sonora. Degradação sonora. Ruído. Bioacústica.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Few studies with marine bioacoustics, particularly in Brazil, note the importance of characterizing the environment for correct descriptions of cetacean sound emissions. Therefore, this thesis aims to determine the importance of environmental factors on the sound propagation of Guiana dolphin, Sotalia guianensis (Mammalia: Delphinidae), a species that inhabits estuarine environments and uses marked acoustic signals to survive and reproduce. For this, Chapter I will present the results of a sound propagation experiment, which used playbacks of sounds of the species in two location with different environment parameters in the Northeast and Southeast of Brazil. This experiment aimed to verify the influence of scales of spatial variation, temperature, salinity, depth, dissolved oxygen, turbidity and origin-receiver distance of the sound on the propagation of these sounds. If these environmental parameters can vary according to the space, they also change according to the period of the year, in the time scale. Therefore, Chapter II will use the same methodological principles of Chapter I to verify the influence of the seasons, summer and winter, on the propagation of a whistle of S. guianensis in Cananéia, Southeastern Brazil. Finally, Chapter III aims to characterize the composition of the natural and anthropogenic noise of a sector of the Cananéia estuary, since noise is another important sound source that influences underwater communication. In this chapter, it will be tested whether the presence of vessels, type of tide, wind speed and surface water temperature alter the noise sound pressure level in the estuary. The results of this thesis demonstrate that the main parameters of the environment that influence S. guianensis sounds are salinity, dissolved oxygen concentration and water turbidity. In addition, the propagation of these sounds is influenced in the smallest spatial scales (tens of meters and hundreds of meters) and, there was no importance of the season of the year on the sound parameters of the whistle of the species. The presence of vessels and the flood tide are variables that increase the noise level in the Cananéia estuary, there being no influence of the wind or water temperature on the intensity of the noise in the region, in any sound frequency range analyzed. The results of this thesis allow to conclude that there is an influence of environmental parameters in the propagation of S. guianensis sounds. Therefore, in order for the sounds emitted by this species to reach the destination with the same efficiency, individuals need to adapt their sound repertoire to the different environmental conditions, whether natural or man-made, in their habitats. Keywords: Guiana dolphin. Sound propagation. Sound degradation. Noise. Bioacoustics.pt_BR
dc.format.extent113 p. : il., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectBotopt_BR
dc.subjectZoologiapt_BR
dc.subjectSompt_BR
dc.subjectBioacústicapt_BR
dc.titleImportância e influência de fatores ambientais na propagação de sons de Sotalia guianensis (Van Bénéden, 1864)pt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record