Show simple item record

dc.contributor.advisorFernandes, Ricardo Cid, 1967-pt_BR
dc.contributor.authorBaptista, Patrick Leandropt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Socialpt_BR
dc.date.accessioned2019-12-20T14:10:23Z
dc.date.available2019-12-20T14:10:23Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/52209
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Ricardo Cid Fernandespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. Defesa: Curitiba, 21/12/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 123-126pt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho é uma etnografia de como se constitui uma liderança Kaingang. Neste caso específico como o nome Kaingang "Kretã" agencia uma série de prerrogativas, dentre elas, ser líder/chefe.O nome Kretã é traduzido por Francisco Luís dos Santos (importante liderança Kaingang da Terra Indígena Mangueirinha) como aquele que olha por cima da montanha enxerga mais alto. Este nome foi designado a algumas lideranças Kaingang que se destacaram na luta pela conquista e manutenção do território. Antônio Joaquim Capanema Kretã foi o responsável por receber a posse da terra do Estado em 1903, acordo este quebrado em 1949 pelo governo Lupion que dividiu a área destinada aos indígenas em três glebas. Ângelo de Souza Kretã, herdeiro do nome, comandou os Kaingang na retomada de terras nos anos 1970, contudo, segundo os Kaingang, foi assassinado em uma emboscada. Francisco Luís dos Santos levou a luta adiante pela via judicial e em 2005 ela retorna a posse Kaingang.Romancil Gentil Kretã, filho de Ângelo, após desentendimentos na aldeia deixa a Reserva Indígena e passa a viver na cidade. Quando seu avô Francisco Luís dos Santos lhe traz um prenúncio e o significado do seu nome, "Kretã". Para confirmar o prenúncio Romancil deveria voltar a T.I. Mangueirinha e tornar-se cacique.Desde então Romancil persegue estrategicamente a confirmação desse prenúncio, tornando-se "cacique" primeiro na cidade, estabelece relações com o movimento indígena brasileiro, volta a Mangueirinha e torna-se cacique da Terra Indígena. Entretanto, a trilha seguida por Romancil Kretã, imprime a essa liderança um modo de ser "cacique" que conflita com modo Kaingang de ser cacique, são esses os caminhos que esse trabalho aborda, refletindo sobre os caminhos, os lugares, as ferramentas usadas por Romancil Kretã e sua relação com o movimento indígena. PALAVRAS CHAVES: Kaingang, Movimento indígena, Política indígena.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This work its an ethnography of how a leadership Kaingang Kreta that translated by Francisco Luis dos Santos ( Important Kaingang leadership) of the indigenous land Mangueirinha. ( Like the one who looks over the montain and see taller) This name was a signed to some Kainkang leaders who stood out ind the struggle for conquest and maitence of territory by Joaquin Capanema Kreta, was responsably for receiving possession of the land of the state in 1903 an agreement that was broken in 1949 by the Lupion government that divided the area destined to the Indians in the three lands. Angelo de Sousa kreta, heir of the name, comandeded the Kaingang the resumption of land in the years 1970, yet, according to Kaingang, was assassinated in an ambush.Francisco Luis dos santos took the fight forward by judicial means and to returns to possession kaingang Romancil Gentil Kreta, son of Angelo afther that disagreements in the village leave the indian reservation and starts to live in the city.When your grandfather Francisco Luis dos Santos brigs him a prelude and the meaning of his name, Kreta. To complete the prelude Romancil should returned to the Vilage and become chieftain.Since them Romancil pursves strategically the confirmation of this sentiment, becoming cacique in the city and later in the lands Mangueirinha.These are the ways that this work approaches a reflection one the ways, the places, the tools used by Romancil in Relation with the indigenous movement. Key Words - Kaingang, Indigenous movimment, Indigenous politics.pt_BR
dc.format.extent126 f. : il. algumas color., mapas.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectAntropologiapt_BR
dc.titleCacique Kretã : aquele que olha por cima da montanha enxerga mais altopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record