Show simple item record

dc.contributor.advisorReis, Rodrigo Siqueirapt_BR
dc.contributor.authorSarabia, Tais Taianapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Educação Físicapt_BR
dc.date.accessioned2017-11-23T12:23:16Z
dc.date.available2017-11-23T12:23:16Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/50274
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Rodrigo Siqueira Reispt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Educação Física. Defesa: Curitiba, 31/03/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 68-74pt_BR
dc.description.abstractResumo: Os objetivos deste estudo foram: 1) identificar e descrever os padrões e os níveis de comportamento sedentário (CS) em adolescentes; 2) caracterizar a percepção do ambiente do bairro em adolescentes; 3) analisar a associação entre os níveis de CS e a percepção do ambiente do bairro em adolescentes, de Curitiba-PR. Trata-se de um estudo observacional com delineamento transversal com uma amostra de adolescentes entre 12 a 17 anos. A unidade primária de amostragem foram 32 setores censitários (SC) da cidade de Curitiba-PR selecionados de acordo com o índice de walkability e nível socioeconômico (NSE) do bairro. Estes índices foram criados a partir de informações disponibilizadas nas bases de dados do IPPUC e IBGE. A medida do ambiente percebido foi avaliada através do NEWS-Y (Neighborhood Environment Walkability Scale Youth). Este instrumento avalia as características do ambiente com relação à percepção que o adolescente tem sobre o bairro em que ele reside, elas são classificadas em nove domínios: conectividade das ruas, densidade residencial, acesso a serviços, uso misto do solo, lugares para caminhar e pedalar, segurança no trânsito, criminalidade, estética e satisfação com a vizinhança. A medida de CS foi avaliada de maneira objetiva com a utilização de acelerômetros (modelos GT1M, GT3x e GT3x+), durante sete dias consecutivos. Os dados foram coletados entre os meses de agosto/2013 e maio/2014. A programação dos aparelhos e o download dos dados foram realizados utilizando o software Actilife v.6.11.5. A análise dos dados foi realizada por meio da estatística descritiva, teste qui-quadrado, teste U de Mann-Whitney, teste de Kruskall-Wallis, correlação de Spearman e regressão linear através do software SPSS 20.0. Os resultados mostraram uma associação negativa e significante para o domínio do ambiente percebido "lugares para caminhar e pedalar". Contudo, quando inserida todas as variáveis de controle e os domínios do ambiente, o modelo final das análises mostrou que o ambiente percebido explicou uma variância de 40% nos minutos semanais de CS dos adolescentes (p<0,001). Conclui-se que existe uma relação negativa entre CS e ambiente percebido. Palavras chave: Comportamento sedentário, ambiente percebido e adolescente.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The mains of this study were to: 1) identify and describe patterns and sedentary behavior levels among adolescents; 2) caracterize the perception of the neighborhood environment among adolescents; 3) analyze the association between sedentary behavior levels and the adolescents' perceptions of the neighborhood environment in Curitiba-PR. This is an observational cross-sectional study with a sample of adolescents between 12 and 17 years old. The primary sampling units were 32 census tracts selected according to the walkability index and socioeconomic status (SES) of the neighborhood. These indexes have been created from information available in IPPUC and IBGE databases. The measure of the perceived environment was assessed using the NEWS-Y (Neighborhood Environment Walkability Scale Youth). This instrument assesses the environmental characteristics perceived by adolescents about the neighborhood in which they reside. The characteristics evaluated by this instrument are: street connectivity, residential density, access to services, mixed land use, places to walk and ride a bike, traffic safety, crime, and aesthetic satisfaction with the neighborhood. Sedentary behavior was assessed objectively using accelerometers (GT1M models and GT3x GT3x+) for seven consecutive days. Data were collected in specific months during the years 2013 and 2014. The programming of devices and the download of data were performed using the software Actilife 6.11.5. Data analysis was performed using descriptive statistics, chi-square test, Mann-Whitney test, Kruskall-Wallis test, Spearman correlation and linear regression using SPSS 20.0 software. The results showed a negative and significant association for the domain of the perceived environment "places to walk and cycle." However, when inserted all the control variables and the environment, the final model of the analysis showed that the perceived environment explains a variance of 40% in weekly minutes of adolescent's sedentary behavior (p <0.001). We conclude that there is a negative relationship between sedentary behavior and perceived environment. Keywords: Sedentary behavior, perceived environment, adolescentspt_BR
dc.format.extent90 f. : il., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEducação Físicapt_BR
dc.subjectSedentarismopt_BR
dc.subjectAdolescentespt_BR
dc.subjectBairrospt_BR
dc.subjectPercepção espacialpt_BR
dc.titleAssociação entre comportamento sedentário e ambiente percebido em adolescentes da cidade de Curitiba, PRpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record