Show simple item record

dc.contributor.advisorPereira, Alexsandro Eugeniopt_BR
dc.contributor.authorAlessi, Mariana Longhi Batistapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Ciência Políticapt_BR
dc.date.accessioned2017-05-04T19:28:21Z
dc.date.available2017-05-04T19:28:21Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/46135
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Alexsandro Eugenio Pereirapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política. Defesa: Curitiba, 15/05/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 96-99pt_BR
dc.description.abstractResumo: O IASC (Inter-Agency Standing Committee) foi criado em Junho de 1992 pela resolução 46/182 da Assembleia Geral das Nações Unidas. Com o objetivo de reforçar a assistência humanitária global, o IASC é descrito como um fórum de coordenação, desenvolvimento de políticas e tomada de decisão envolvendo parceiros humanitários, sejam eles oriundos das Nações Unidas ou não. Um estudo sobre o IASC permite entender como as organizações e agências atuam em situações de emergência humanitária. Assim, o objetivo deste trabalho é examinar a atuação do IASC no Haiti no período de 2010 a 2012, que representa o imediato pós-terremoto, buscando entender os problemas de coordenação enfrentados nesse contexto. A hipótese do trabalho é que a conjuntura haitiana coloca obstáculos a uma resposta humanitária adequada. O presente trabalho possui caráter majoritariamente qualitativo, pois envolve a obtenção de dados descritivos sobre uma determinada realidade. As conclusões mostram que o IASC tem interagido com a MINUSTAH (missão da ONU presente no país desde 2004), porém enfrenta problemas de coordenação na resposta humanitária no Haiti. Palavras-chave: IASC; Haiti; MINUSTAH; Coordenação; Resposta humanitária.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The IASC (Inter-Agency Standing Committee) was created in June 1992 by the 46/182 General Assembly Resolution. Aiming at reinforcing the global humanitarian assistance, IASC is described as a forum for coordination, development of politics and decision making involving humanitarian partners either from the United Nations or not. A study about the IASC promotes the understanding of how organizations and agencies act in humanitarian emergencies. With that said, the goal of this work is to examine de work of IASC in Haiti from 2010 to 2012, representing the immediate post-earthquake, aiming to understand the problems of coordination faced in this context. The hypothesis is that the Haitian conjuncture sets barriers to an adequate humanitarian response. The present work is largely qualitative since it involves the obtaining of descriptive data on a given reality. The concluding notes show that IASC has interacted with MINUSTAH (United Nations Mission Stabilization in Haiti, present in Haiti since 2004) however, it is facing problems of coordination in the humanitarian response in Haiti. Keywords: IASC; Haiti; MINUSTAH; Coordination; Humanitarian Response.pt_BR
dc.format.extent119 f : il., algumas color., maps.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectCiência políticapt_BR
dc.subjectNações Unidas - Tratado de Pazpt_BR
dc.subjectAssistência humanitáriapt_BR
dc.subjectHaiti - Politica e governopt_BR
dc.titleA coordenação de atores humanitários pelo IASC (Inter-Agency Standing Commitee) : o caso do Haitipt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record