Show simple item record

dc.contributor.advisorCervi, Emerson Urizzi, 1972-pt_BR
dc.contributor.authorBuckstegge, Jaqueline Kleinept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Ciência Políticapt_BR
dc.date.accessioned2020-05-19T14:00:30Z
dc.date.available2020-05-19T14:00:30Z
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/45062
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Emerson Urizzi Cervipt_BR
dc.descriptionAutor não autorizou a divulgação do arquivo digitalpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política. Defesa: Curitiba, 29/04/2016pt_BR
dc.descriptionInclui referências : f. 99-106pt_BR
dc.description.abstractResumo: A qualidade das democracias representativas, instituídas principalmente após a terceira onda de democratização, é vinculada diretamente ao exercício do direito ao voto e ao quanto seu resultado representa sociedade civil. O presente trabalho testa um modelo explicativo para compreender "processos decisórios eleitorais" como objeto de estudo, através de pressupostos de Lau e Redlawsk. É analisado um painel de entrevistas em profundidade realizadas com onze eleitores das cidades de Curitiba e Brasília durante as eleições presidenciais de 2014. A hipótese principal é a da predominância de padrões de processo decisório "intuitivo", onde heurísticas e atalhos de julgamento e decisão predominam, em contraposição a um acúmulo informacional imparcial. Além da confirmação da hipótese apresentada, destaca-se a relevância da imagem dos candidatos, não só como forma de julgamento mas também enquanto estereótipo para justificar desinteresse político. Ainda, heurísticas de julgamento e edição tem destaque na forma como o eleitor constrói seu voto. Palavras-Chave: processo decisório eleitoral; emoções; comportamento eleitoral; eleições presidenciais.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The quality of representative democracies, especially instituted after the third wave of democratization, is directly linked to the exercise of the right to vote and the true resemblance between representatives and civil society. This study tests an model for understanding "electoral decision-making" as an object of study, using Lau and Redlawsk assumptions. An in-depth interview panel is applied within eleven voters in the cities of Curitiba and Brasilia during the presidential elections of 2014 in Brazil. The main hypothesis is the predominance of "intuitive" decision-making patterns, where heuristics and cognitive shortcuts predominate as opposed to an impartial informational process. In addition to confirming the hypothesis presented, the study highlights the relevance of the candidate image, not only as a way of judgment but also as a stereotype to justify political disinterest. Furthermore, heuristics and edition have great influence in how the voters constructed their choice. Keywords: electoral decision-making; political emotions, electoral behavior, presidential electionspt_BR
dc.format.extent148 f : . il, algumas color., grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectCiência políticapt_BR
dc.subjectCiência política - Brasilpt_BR
dc.subjectEleições - Brasilpt_BR
dc.subjectJustiça eleitoralpt_BR
dc.titleA construção do voto : análise do processo decisório nas eleições presidenciais de 2014pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record