Show simple item record

dc.contributor.advisorFreire, José Arruda de Oliveira, 1967-pt_BR
dc.contributor.authorVoss, Grasielapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Exatas. Programa de Pós-Graduação em Físicapt_BR
dc.date.accessioned2021-07-13T21:05:54Z
dc.date.available2021-07-13T21:05:54Z
dc.date.issued2003pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/40550
dc.descriptionOrientador : José Arruda de Oliveira Freirept_BR
dc.descriptionDissertaçao (mestrado) - Universidade Federal do Paranápt_BR
dc.description.abstractResumo: Nesse trabalho modelamos o transporte e a injeção de portadores de carga em um dispositivo metal/orgânico/metal. 0 transporte nesses dispositivos se da por ativação térmica entre estados localizados. As energias desses estados dependem do tamanho do segmento conjugado e da vizinhança, sendo distribuídas em uma faixa em torno de um nível médio de energia. Modelamos esses sistemas como uma cadeia linear de sítios, contendo cada um deles um único estado localizado, com energia distribuída gaussianamente com variância a. A dinâmica das populações nos orbitais localizados e descrita por uma equação mestra fermionica, a qual incorpora o principio de exclusão de Pauli. Consideramos as taxas de "hopping" de Miller-Abrahams e polaronica para o transporte no interior do material orgânico. Propomos um modelo unidimensional para obter a taxa de transição metal/orgânico e incorporamos essa taxa na equação mestra. Calculamos tanto a corrente de injeção como a corrente estacionaria através do solido orgânico e investigamos suas dependências com o campo aplicado, a temperatura e a desordem energética. A baixa mobilidade nesses sistemas resulta no acumulo de carga injetada dentro do sistema orgânico. 0 campo gerado por essas cargas deve ser adicionado ao campo aplicado. Incluímos esse efeito de carga espacial no modelo tornando a energia de cada sitio dependente das ocupações dos demais sítios. Observamos o efeito de carga espacial na característica I - V, nas energias dos sítios e nas ocupações dos estados estacionários.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: In this work, we model the charge carrier transport and injection in a metal/organic/metal device. The transport in these devices occurs via thermally activated hopping between localized states. The state energies that depend on the conjugation length of the segments and on the site neighborhood is distributed around an average energy. We model these systems with a linear chain of sites, each one containing one localized state, whose energy is Gaussianly distributed with variance a. The population dynamics is described by a fermionic master equation, which incorporates the Pauli exclusion principle. We used for the hopping rates between the localized states both the Miller-Abrahms rate and the polaronic rate. We propose an one-dimensional model to obtain the transition rates between the metal and the organic and incorporate it in the master equation. We calculate both the injection current and the steady-state current, and investigate their dependence on the applied electric field, temperature and energetic disorder. Due to the small charge carrier mobility in these systems, the injected charges tend to accumulate inside the organic thus generating an electric field that must be added to the applied field. This space charge effect is incorporated in our model by a site energy that depends on the occupations of all other sites. We observe the space charge effect in the I - V characteristics, in the site energies and in their occupations. 3pt_BR
dc.format.extent63p. : il., grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectPolimerospt_BR
dc.subjectPolimeros condutorespt_BR
dc.subjectFisicapt_BR
dc.titleModelando injeçao e transporte em sistemas orgânicos usando a equaçao mestrapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record