Show simple item record

dc.contributor.authorConsentino, Cássio Leandro Mühept_BR
dc.contributor.otherLeite, Neivapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Educação Físicapt_BR
dc.date.accessioned2015-06-01T16:12:19Z
dc.date.available2015-06-01T16:12:19Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/38147
dc.descriptionOrientadora : Profª. Drª. Neiva Leitept_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Educação Física. Defesa: Curitiba, 23/03/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Exercício e esportept_BR
dc.description.abstractResumo: O exercício físico regular faz parte do tratamento de doenças como a obesidade e a asma, entretanto estas patologias estão relacionadas com o broncoespasmo induzido pelo exercício (BIE), o que dificulta a prática de atividades físicas e a condução terapêutica. Além disso, os polimorfismos dos receptores adrenérgicos beta 2 (ADRB2) vêm sendo associados com a presença da obesidade e da asma. Portanto, o objetivo deste estudo foi analisar a influência do histórico de asma, presença de obesidade e polimorfismos nos receptores ADRB2 como fatores de risco no desencadeamento do broncoespasmo induzido pelo exercício em adolescentes. Neste estudo, participaram 160 adolescentes, de ambos os sexos, divididos em dois grupos: BIE positivo (n= 45) e BIE negativo (n=115). O excesso de peso foi classificado pelo IMC escore-Z conforme os pontos propostos pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o histórico de asma pelo questionário International Study of Asthma and Allergies in Childhood (ISAAC), a obesidade visceral pelo aumento da circunferência abdominal (CA) e a aptidão física pelo consumo máximo de oxigênio. O BIE foi avaliado por teste de broncoprovocação com exercício, realizado em esteira ergométrica, utilizando protocolo na qual consistiu em caminhar/correr durante no mínimo 8 minutos, em intensidade superior a 85% da frequência cardíaca máxima, sendo considerado como positivo a queda igual ou superior a 10% do volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1) após o exercício em relação ao valor basal. A intensidade foi avaliada pela área acima da curva (AAC0-15), considerando a queda máxima do VEF1 e o tempo de recuperação. A genotipagem dos genes do ADRB2 foi realizada pelo método Taqman com o aparelho Step One Plus. Foram utilizados, para a análise estatística, os testes de Kolmogorov-Smirnov, teste t independente, U de Mann-Whitney, quiquadrado, teste exato de Fisher e o coeficiente de correlação de Spearman, com nível de significância estipulado em p?0,05. No grupo BIE+, encontrou-se maior frequência de história de asma (?2=20,96; p?0,0001) e menor frequência de aptidão física inadequada (?2=4,44; p=0,03) em comparação ao BIE-, não foram encontradas diferenças na frequência de excesso de peso (?2=1,95; p=0,16), CA aumentada (?2=0,62; p=0,43) e no alelo do polimorfismo Gln27Glu (?2=0,001; p=0,97), enquanto que o alelo Gly16 tende a ser mais frequente no BIE+ (?2=2,87; p=0,08). O BIE foi correlacionado positivamente com a presença de asma (?=0,47). Ao realizar as análises pela presença dos polimorfismos ADRB2, não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas em todas as variáveis estudadas. Sugere-se que o fator mais importante de risco para a ocorrência do BIE é a presença de história de asma. Palavras-chave: Asma, Excesso de peso, Sedentarismo, Polimorfismo, Receptor adrenérgico beta 2.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Regular exercise is part of the treatment of diseases such as obesity and asthma, but these conditions are related to exercise-induced bronchospasm (EIB), which makes the practice of physical activities and therapeutic management. In addition, the polymorphisms of two adrenergic beta-receptor (ADRB2) have been associated with the presence of obesity and asthma. Therefore, the aim of this study was to analyze the influence of a history of asthma, presence of obesity and polymorphisms in ADRB2 receptors as risk factors in the onset of exercise-induced bronchospasm in adolescents. In this study involved 160 adolescents of both sexes, divided into two groups: positive EIB (n= 45) and negative EIB (n=115). Overweight was classified by BMI Z-score as the points proposed by the World Health Organization (WHO), history of asthma by questionnaire International Study of Asthma and Allergies in Childhood (ISAAC), visceral obesity by increased waist circumference (CA) and physical fitness by maximum oxygen uptake. The EIB was evaluated by bronchial provocation test with exercise, performed on a treadmill, using protocol in which was to walk / run for at least 8 minutes in intensity above 85% of maximum heart rate, considered as positive the fall less more than 10% of the forced expiratory volume in one second (FEV1) after exercise compared to baseline. The intensity was evaluated by the area above the curve (AAC0-15), considering the maximum fall in FEV1 and recovery time. Genotyping of ADRB2 genes was performed by Taqman method with the Step One Plus device. Were used for statistical analysis, Kolmogorov-Smirnov tests, independent t test, Mann-Whitney, chi-square, Fisher's exact test and Spearman's correlation coefficient, with significance level set in p?0.05. In the EIB group+ showed a higher incidence of asthma history (?2=20.96; p?0,0001) and lower frequency of inadequate physical fitness (?2=4.44, p=0.03) compared to the EIB- group, differences were not found in overweight frequency (?2=1.95; p=0.16), CA elevated (?2=0.62; p=0.43) and allele polymorphism Gln27Glu (?2=0.001; p=0.97), while the allele Gly16 tends to be more frequent in the EIB+ (?2=2.87; p=0.08). The EIB was positively correlated with the presence of asthma (?=0.47). To perform the analyzes by the presence of ADRB2 polymorphisms, were not statistically significant differences in all variables. It is suggested that the most important risk factor for the occurrence of EIB is the presence of a history of asthma. Keywords: Asthma, Overweight, Sedentary lifestyle, Polymorphism, Beta adrenergic receptor 2.pt_BR
dc.format.extent108p. : tabs., grafs., algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectEducação Físicapt_BR
dc.titleFatores de risco associados ao broncoespasmo induzido pelo exrcício em adolescentespt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record