Show simple item record

dc.contributor.advisorFreitas, Thales Renato Ochotorena dept_BR
dc.contributor.authorPeçanha, Willian Thomazpt_BR
dc.contributor.otherHass, Irispt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Genéticapt_BR
dc.date.accessioned2015-07-22T19:04:16Z
dc.date.available2015-07-22T19:04:16Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/38130
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Tales Renato O. de Freitaspt_BR
dc.descriptionCo-orientadora : Profª Drª Iris Hasspt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Genética. Defesa: Curitiba, 27/03/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentraçãopt_BR
dc.description.abstractResumo: O gênero Oxymycterus possui uma taxonomia bastante confusa, sendo relativamente mal entendido os reais limites entre as espécies, suas relações filogenéticas, distribuição e história natural. Algumas de suas espécies possuem ampla distribuição geográfica, ocorrendo em mais de uma formação fitofisionômica ou em mesmos biomas, geralmente em simpatria com congêneres de "distribuição restrita". Neste contexto, o presente estudo teve por objetivo investigar a variabilidade haplotípica de gênero Oxymycterus no Brasil Meridional (Estados do PR, SC e RS), através do sequenciamento do gene mitocondrial citocromo b (cyt b) de 181 espécimes, utilizando também sequencias disponíveis em banco de dados públicos (Genbank) como referencia, com o intuito de investigar as potenciais espécies existentes na Região Sul. Apesar de a literatura relatar quatro táxons para o Sul do Brasil, a análise filogenética Bayesiana revelou a existência predominante de duas espécies na região (O. nasutus e O. aff. quaestor) e a inédita extensão de ocorrência de um táxon cuja distribuição na Mata Atlântica restringia-se até então a região Sudeste (O. dasytrichus). A inferência Bayesiana também revelou possíveis erros de informações depositadas em banco de dados, levando a conflitos de identificação de uma amostra entre O. delator e O. amazonicus, e identificando potencialmente uma espécie nova registrada para regiões de Cerrado no Oeste do Estado do Paraná. Ainda de acordo com os resultados obtidos, O. nasutus e o "O. quaestor'' são linhagens com marcada estruturação interna. Oxymycterus nasutus formou clados distintos, dentre eles, dois grupos exclusivos que pertencem ao Planalto Meridional e a Planície Costeira/RS. A linhagem de O. quaestor possui distribuição somente no Planalto Meridional, e também apresentou marcada divisão em dois clados, indicando a possível existência de espécies crípticas dentro deste grupo, cuja divergência genética superou a média interespecífica do gênero (> 6%). Essa informação é forte evidência de uma potencial espécie nova no Sul do Brasil, que ainda necessita revisão de caracteres morfológicos comparativos às demais linhagens próximas para robusta definição. Palavras-Chave: Akodontini, Citocromo b, Filogenia Molecular, Sequenciamentopt_BR
dc.description.abstractAbstract: Quite confusing taxonomy, being relatively misunderstood over the limits between species, phylogenetic relationships, and the natural history and distribution of the group, some species of Oxymycterus have wide geographical distribution, occurring in more than one phytophysiognomic training or same biomes, usually with sympatric congeners "restricted distribution". In this context, the present study aimed to investigate the haplotype variability Oxymycterus kind in southern Brazil (PR, SC and RS states), by sequencing the mitochondrial cytochrome b gene (cyt b) of 181 specimens, also using sequences available in public database (Genbank) as a reference, in order to investigate the potential species existing in the South. Although the literature report four taxa for the South Brazil, the Bayesian phylogenetic analysis revealed the existence of two predominant species in the region (O. nasutus and O. aff. quaestor) and the unprecedented extent of occurrence of a taxon whose distribution in the Atlantic Forest was restricted so far to Southeast (O. dasytrichus). The Bayesian inference also revealed possible error information deposited in the database, leading conflicts to identifying a sample of between O. delator and O. amazonicus, and potentially identifying a new recorded species to savannah regions in the west of Paraná. Also according to the results obtained, O. nasutus and "O. quaestor'' are markedly lines with internal structure. Oxymycterus nasutus formed distinct clades, including two exclusive groups belonging to the Southern Plateau and the Coastal Plain. The strain of O. quaestor has distribution only in the southern Plateau, and also showed marked division into two clades, indicating the possible existence of cryptic species within this group, whose genetic divergence exceeded interspecific average gender (> 6%). This information is strong evidence of a potential new species in southern Brazil, which still requires review of comparative morphological characters of other lineages to allow robust species definition. Keywords: Akodontini, Cytochrome b, molecular phylogeny, Sequencing.pt_BR
dc.format.extent133f. : il., tabs., maps., grafs., algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectGenéticapt_BR
dc.titleInferências filogenéticas do gênero Oxymycterus (Cricetidae:Sigmodontinae) de algumas localidades do Sul do Brasil, com base em sequências de DNA mitocondrialpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record