Show simple item record

dc.contributor.authorBragança, Raissa Carvalhopt_BR
dc.contributor.otherPorsse, Alexandre Alvespt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.date.accessioned2015-06-25T18:34:40Z
dc.date.available2015-06-25T18:34:40Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/38062
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Alexandre Alves Porssept_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Ecônomico. Defesa : 31/03/2015pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O Brasil apresentou nas últimas décadas profundas transformações demográficas resultando em mudanças na sua estrutura etária, devido às reduções de suas taxas de mortalidade e de fecundidade. Ao longo desse processo, chamado de transição demográfica, pode-se observar tanto um crescimento populacional em um primeiro momento, como posteriormente um envelhecimento populacional, modificando a estrutura etária do país. A esse respeito, uma vasta literatura de demografia pauta as mudanças às quais a transição demográfica poderá trazer, já que o processo de envelhecimento atinge diversas áreas da economia e afeta diretamente o mercado de trabalho. Com uma população economicamente ativa cada vez mais madura e com menos jovens no estágio avançado da transição demográfica, torna-se necessário estudar estratégias para o aumento da produtividade e absorção da mão de obra mais idosa. Tendo este processo em mente, o objetivo deste trabalho foi estimar as elasticidades-substituição do trabalho segundo quatro faixas etárias segregadas por três níveis de qualificação (baixo, médio e alto) e 52 setores da Matriz Insumo-Produto do IBGE. O modelo estimado considerou os 52 setores no corte transversal em um Modelo de Efeitos Fixos, aplicando dummies de efeito fixo tanto no corte transversal quanto na dimensão temporal, utilizando microdados da PNAD para o período de 2002 a 2009. Os resultados das estimações da elasticidade-substituição do trabalho segundo as faixas etárias mostraram que existem diferentes graus de substitutibilidade entre os grupos etários nos setores. Isso porque, a maior parte das elasticidades circunda o valor médio de 0,57. Apesar de não haver padrões homogêneos, os resultados em torno da média confirmam a imperfeita substitutibilidade do trabalho ao considerar as faixas etárias, mostrando que a grande maioria dos setores deve ser afetada com a transição demográfica. Contudo, os resultados também sugerem que o grau de substituição segundo a faixa etária aumenta à medida que se eleva o nível de qualificação, mas a proporção de trabalhadores nessa categoria ainda é pequena em muitos setores, com exceção apenas de alguns segmentos de serviços. Dessa forma, tornam-se imprescindível para reduzir os impactos dos efeitos da transição demográfica, políticas horizontais de ampliação do nível de qualificação da força de trabalho e capacitação da mão de obra voltada a utilizar as vantagens comparativas de sua faixa etária. Por fim, este trabalho teve como objetivo contribuir com a literatura de transição demográfica e mercado de trabalho, propiciando os valores calculados das elasticidades-substituição do trabalho segundo as faixas etárias segregadas por nível de qualificação e setor. Essa desagregação e o foco nos grupos etários foram os principais diferenciais deste estudo. Palavras-chave: Transição demográfica. Envelhecimento. Elasticidade-substituição. Mercado de trabalho.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Brazil has shown in recent decades profound demographic transformations resulting in age structure change, due to mortality and fertility rates reductions. Throughout this process, called demographic transition, we can observe both a population growth at first, and afterwards a population aging, changing country's age structure. About this process, a large demographic literature lists the changes that demographic transitions shall bring, considering that aging process affect several fields in economics and it affects directly the labor market. With a labor force increasingly mature and less young people in advanced stage of demographic transition, it is necessary to study strategies for increasing productivity and for aging workforce assimilation. With this process in mind, the aim of this study was to estimate the elasticities of labor substitution into four age groups segregated for three skill levels (low, medium and high) and 52 sectors of IBGE Input-Output Matrix. The estimated model considered 52 sectors in the cross section in a Fixed Effects Model, applying fixed effects dummies in both cross-sectional and in the temporal dimension, using PNAD microdata for the period 2002 to 2009. The results of the estimated elasticity of substitution of labor according to age groups showed that there are different degrees of substitutability between age groups in Brazilian sectors. This is proved because the majority of estimated elasticity of substitution surrounds the average value of 0.57. Although there are no homogeneous standards, the results around the mean confirm the imperfect substitutability of labor when age groups are considered, showing that the majority of sectors probably will be affected by the demographic transition. However, the results also suggest that the degree of substitution by age group increases as it raises the level of qualification, but, it is necessary to say that the proportion of workers in this category still small in many sectors, with exception of some services sectors. Thus, it become indispensable horizontal policies to increase the skill level of the workforce and capacity them considering comparative advantages in their age group to the purpose of reduce impacts of demographic transition effects. Finally, this study aimed to contribute to the literature of demographic transition and the labor market, providing the calculated values of labor elasticities of substitution according to age groups segregated by skill level and sector. This type of disaggregation and focus on age groups used here were the main contribution of this study. Keywords: Demographic transition. Aging. Elasticity of Substitution. Labor market.pt_BR
dc.format.extent79f. : il., tabs., grafs., algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectCrescimento e desenvolvimento economicopt_BR
dc.subjectTransiçao demográficapt_BR
dc.subjectMercado de trabalhopt_BR
dc.subjectEnvelhecimento - Aspectos econômicospt_BR
dc.subject.ddc331.1pt_BR
dc.titleEstimações de elasticidade-substituição do trabalho segundo faixas etáriaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record