Show simple item record

dc.contributor.authorCarvalho, Cassio Stanczykpt_BR
dc.contributor.otherBraga, Sérgio Soarespt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Ciência Políticapt_BR
dc.date.accessioned2014-12-10T15:04:25Z
dc.date.available2014-12-10T15:04:25Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36890
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Sérgio S. Bragapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política. Defesa: Curitiba, 16/06/2014pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O objetivo desta dissertação é efetuar um estudo comparado sobre as estratégias de comunicação virtual e uso das ferramentas digitais, principalmente websites e mídias sociais, pelos senadores do Brasil, Chile, Argentina e Estados Unidos. Buscaremos analisar as várias dimensões de uso das ferramentas digitais pelos parlamentares em exercício do mandato. Nossa proposta consiste basicamente em verificar se há uma associação entre características institucionais dos sistemas políticos e uso da internet pelos senadores dos diferentes países. Para cumprir este objetivo de ordem geral iremos desdobrar a metodologia nas seguintes dimensões: a) em primeiro lugar, faremos uma avaliação quantitativa do grau de uso das ferramentas digitais pelos senadores com vistas a estabelecer um indicador da magnitude dos recursos empregados. b) iremos procurar detectar diferentes padrões de uso das ferramentas digitais entre os quatro países, ponderando estes dados à luz das diferenças institucionais e sócioeconômicas entre os países. Trabalhamos com as seguintes hipóteses: i) Países com contextos institucionais e socioeconômicos distintos tendem a apresentar modalidades de uso diferente na internet no tocante ao tipo de plataforma utilizada, ao tipo de integração entre as mídias sociais, às possibilidades de interação e modalidades de interação ofertadas, e às formas e ao conteúdo de seus websites. ii) Países e regiões com maior grau de inclusão digital da população e com um formato de representação mais centrado nos candidatos que nos partidos tendem a usar as ferramentas digitais com mais frequência, tanto os websites como as mídias sociais. iii) Políticos de países com maior grau de personalização e com eleitorado mais incluído digitalmente usam mais as mídias sociais para interagir e envolver-se num debate de propostas mais abrangentes pela internet com os cidadãos, e não apenas para "gerenciar sua imagem" como apontam alguns. Palavras-Chave: [Internet, senado, representação política, personalização, redes sociaispt_BR
dc.description.abstractAbstract: The objective of this thesis is to perform a comparative study on the communication strategies and the use of digital technologies, especially websites and social networks of the Senators from Brazil, Chile, Argentina and the United States. We will seek to analyze the various dimensions of use of digital tools by Parliament in the exercise of the mandate. Our proposal consists primarily of articulating studies on the use of NTIC's parliamentary by variables with socio-political as well as variables related to the political system of the country, while checking the conditioning factors of this process. In order to fulfill this general objective will deploy the methodology in the following dimensions: a) first, we quantitatively assess the degree of use of digital tools by Senators aiming to establish an indicator of the magnitude of the resources employed. b) we will seek to detect different patterns of use of digital tools among the four countries, considering this data in the light of institutional and socioeconomic differences between countries. We work with the following assumptions: i) countries with different institutional and socioeconomic contexts tend to have different modes of internet use in relation to the type of platform used , the type of integration between social media , the possibilities of interaction and modes of interaction offered, and the forms and content of their websites . ii) Countries and regions with higher levels of digital inclusion of the population and with a representation format more focused on the candidates than on the parties tend to use digital tools more frequently, both social media and websites. iii) Politicians in countries with a higher degree of personalization and the electorate more digitally included use social media to interact and engage in a discussion of broader proposals through the internet with the citizens, and not just to "manage their image" as some might argue. Keywords: [Internet, senate, political representation, personalization, social networkspt_BR
dc.format.extent145f. : il. algumas color., grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectCiência políticapt_BR
dc.titleOs senadores na rede : um estudo comparado sobre o uso das redes digitais pelos senadores sul-americanos e dos EUApt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record