Show simple item record

dc.contributor.advisorMonteiro Filho, Emygdio Leite de Araujo, 1957-pt_BR
dc.contributor.authorMoro-Rios, Rodrigo Fernandopt_BR
dc.contributor.otherGarber, Paul Alanpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Zoologiapt_BR
dc.date.accessioned2014-10-22T11:21:31Z
dc.date.available2014-10-22T11:21:31Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/36461
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Emygdio Leite de Araújo Monteiro-Filhopt_BR
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Paul Alan Garberpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Zoologia. Defesa: Curitiba, 04/10/2013pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionArea de concentração: Zoologiapt_BR
dc.description.abstractResumo: Essa tese teve como objetivo explorar a diversidade de estratégias reprodutivas e os fatores desencadeadores de conflito em três gêneros de Callitrichidae alojados a longo prazo na mesma colônia de cativeiro. Primeiramente realizou-se uma comparação dos padrões sociais, demográficos e reprodutivos de acordo com a perspectiva de uma filogenia atual para a Família. Segundo essa análise, grande parte da variabilidade social e reprodutiva dos Callitrichidae, incluindo reprodução cooperativa, nascimento de gêmeos e supressão das subordinadas, já estaria presente no ancestral comum antes da irradiação dos gêneros atuais. As diferentes condições ambientais vivenciadas pelos gêneros durante sua diversificação ocasionaram diferentes cenários demográficos, os quais são determinantes dos custos e benefícios da cooperação e da monopolização da reprodução no grupo. Essas diferenças conduziram à variabilidade de estratégias reprodutivas e adaptações sociais. Os capítulos seguintes evidenciam esse processo dado a reprodução acelerada de Callitrhix e do efeito diferenciado do conflito e experiência sobre a sobrevivência. As fêmeas do gênero Callithrix começam a se reproduzir mais cedo, se reproduzem a uma taxa mais acelerada e durante menos tempo em comparação ao gênero Leontopithecus. As fêmeas do gênero Saguinus apresentaram caracteríticas intermediárias nesse sentido. A sobrevivência dos filhotes parece não ter sido favorecida pelo número de ajudantes em nenhum gênero, sendo que o número de fêmeas adultas prejudicou a sobrevivência dos filhotes de Leontopithecus. Filhotes de fêmeas de Leontopithecus com alguma experiência alo-maternal foram beneficiados, enquanto a sobrevivência dos filhotes das fêmeas dos outros dois gêneros esteve relacionada à experiência da fêmea com suas próprias proles. A condição de saúde da fêmea foi determinante na sobrevivência dos filhotes dos três gêneros e na fertilidade de Leontopithecus e Callitrhix. No quarto e último capítulo buscou-se entender quais fatores determinaram a ocorrência de conflitos em Leontopithecus e em Callitrhix. A presença de um casal reprodutor estabelecido foi o fator de maior influência na ocorrência de conflitos. Já o tamanho do grupo aumentou a probabilidade de conflitos apenas para Leontopithecus. O número de nascimentos em um determinado ano diminui a possibilidade de conflitos para ambos os gêneros.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This thesis explored the diversity of reproductive strategis and conflicts in three Callitrichidae Genera long term housed at the same captive colony. At the firstl chapter we compared the social, demographic and reproductive patterns according to a modern phylogeny for the Family. The majority of callitrichid social and reproductive variability was already present in the common ancestor before the moder irradiation. Diferent environmental characteristics faced by the Genera along its diversification led to different demographic conditions, which determinated the costs and benefits of cooperation and monopolization. These differences shaped the reproductive strategies and social adaptations found in modern Genera. The second and third chapters corroborate this process given the Callithrix fast reproductive rate and to the differential effects of conflict and experience over the three Genera offspring survival. Callithrix females start to reproduce earlier, reproduce faster and stop to breed sooner than Leontopithecus. Saguinus has shown intermediate characteristics in this sense. Infant survival wasn’t enhanced by the number of helpers in none of three Genera. The number of adult females reduced the survival probability of Leontopithecus offspring. Mother alomaternal care experience aided the survival of Leontopithecus offspring, while the previous maternal care experience of the mother enhanced the survival probability of Callithrix and Saguinus . Female health was determinant of survival for the three Genera, and of the Leontopithecus and Callitrhix females fertility. The fourth chapter aimed to find the causes of severe conflicts in Leontopithecus and Callitrhix groups. The presence of a estabilished breeding pair was the main reason of conflit in both Genera, while the number of infants born reduced the conflict probability in a given year. Group size increased the probability of conflict among Leontopithecus but not did so with Callithrix.pt_BR
dc.format.extent126f. : il. algumas color., tabs., grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectCallitrichidaept_BR
dc.subjectReprodução animalpt_BR
dc.subjectZoologiapt_BR
dc.titleReprodução, conflito e a história da diversificação social dos callitrichidae(Primates)pt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record