Show simple item record

dc.contributor.authorDammski, Bruno Robertopt_BR
dc.contributor.otherCavalieri, Marco Antonio Ribaspt_BR
dc.contributor.otherPinto, Jose Simão de Paulapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.date.accessioned2014-07-24T18:21:48Z
dc.date.available2014-07-24T18:21:48Z
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/35643
dc.description.abstractResumo: A presente dissertação tem por objetivo estudar a corrente pós-keynesiana na economia para delinear suas características. A metodologia usada para atingir este objetivo combina concepções filosóficas e linguísticas, com técnicas computacionais e cienciométricas. Primeiro, tal metodologia parte do conceito de finitismo de significados (meaning finitism) para compreender o que significa uma expressão do ponto de vista da sua construção social. A ideia de finitismo consiste em expandir o significado de um termo para permitir que ele seja formado por uma infinidade de conceitos, e não por uma a definição unívoca. Tal ideia é baseada na filosofia da linguagem de Ludwig Wittgenstein. Segundo, o contexto social em que o significado da expressão "Post Keynesian" surge tem que ser escolhido. Nesta dissertação, o contexto relevante é a comunidade acadêmica dos economistas, representada pelas revistas em que esses pesquisadores publicam seus artigos. Assim, o significado da expressão "Post Keynesian" é estudado a partir de uma base de dados formada por milhares de artigos acadêmicos. Terceiro, o modo especifico de estudar a expressão "Post Keynesian" neste contexto é através um programa computacional para construir um mapa de Co-word. Este mapa representa a co-ocorrência de palavras relevantes que co-ocorrem com a expressão em foco como distâncias em um espaço bidimensional. Quarto, a literatura pós-keynesiana é utilizada para estabelecer conexões entre as palavras que aparecem no mapa, dando origem a um quadro de significados e características da corrente pós-keynesiana. Em paralelo com esta metodologia, a presente dissertação apresenta, ainda, um gráfico que mostra as ocorrências da expressão "Post Keynesian" nas revistas de economia, cotejando tal gráfico com a literatura histórica da corrente.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.titleMapeamento o pós-keynesianismopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record