Show simple item record

dc.contributor.authorSoares, Emerson Wander Silvapt_BR
dc.contributor.otherCampos, Antônio Carlos Ligocki, 1958-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúdept_BR
dc.date.accessioned2019-06-06T16:48:45Z
dc.date.available2019-06-06T16:48:45Z
dc.date.issued2001pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/32987
dc.descriptionOrientadora : Antônio Carlos L. Campospt_BR
dc.descriptionDissertaçao (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias da Saúdept_BR
dc.description.abstractResumo: Este estudo experimental, realizado no laboratório da Pós-Graduação em Cirurgia da Universidade Federal do Paraná, tem por objetivo avaliar a cicatrização de anastomoses colônicas em ratos submetidos ao uso de 5-fluorouracil (5-FU). Foram utilizados 40 ratos, divididos em 2 grupos de 20 animais cada, assim denominados: grupo experimento (E) e controle (C). Os ratos de cada grupo foram separados em dois subgrupos de 10 animais cada e avaliados no 5o (E5 e C5) e 8o (E8 e C8) dia de pósoperatório. Os ratos do grupo experimento receberam doses diárias de 5-fluorouracil (20 mg/kg/dia) intraperitoneal nos primeiros cinco dias de pós-operatório. Os ratos do grupo controle receberam doses diárias isovolumétricas de solução salina isotônica intraperitoneal. Os parâmetros avaliados foram: aspectos macroscópicos da parede e cavidade abdominal, intensidade de aderências perianastomóticas, teste de força da resistência tênsil anastomótica e características histológicas da anastomose, avaliada quanto aos aspectos de congestão, edema, presença de polimorfonucleares e monomorfonucleares, tecido de granulação e fibrose. A variação do peso corporal dos ratos foi usada para estimativa do estado nutricional durante o experimento. Os aspectos macroscópicos foram similares entre os grupos. Não ocorreu nenhum caso de deiscência de anastomose nos ratos estudados. Com relação a resistência tênsil, medida através da força máxima de tração (FMT) e força de ruptura completa (FRC), observou-se que a FMT foi significativamente menor no subgrupo que recebeu 5-FU em relação ao subgrupo controle, no 5o dia de pós-operatório (p=0,0014). O mesmo não ocorreu no 8o dia, onde os subgrupos apresentaram FMT semelhante. A FRC, avaliada no 5o e 8o dia de pós-operatório, não apresentou diferença significativa entre os grupos. A análise histológica demonstrou retardo significativo na cicatrização das anastomoses colônicas nos ratos que receberam 5-FU, tanto no 5o (p=0,0002) quanto no 8o (p=0,0036) dia de pós-operatório em relação ao grupo controle. Os ratos submetidos ao uso de 5-FU apresentaram, no 5o e 8o dia de pós-operatório, perda significativa de peso em relação ao grupo controle que manteve o peso inicial ou ganhou peso após a cirurgia (p=0,0002 e p=0,0057 respectivamente). Portanto, através do presente estudo, demonstrou-se influência negativa do 5-fluorouracil na cicatrização das anastomoses colônicas dos ratos avaliados.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The aim of this study, performed in the Surgery laboratory from the Federal University of Parana, is to evaluate the effects of 5-fluorouracil (5-FU) on healing of colonic anastomosis in rats. Forty rats were divided into 2 groups of 20 rats each (experimental and control groups). Within each of those groups, the animals were assigned to two subgroups and assessed on the 5th (E5 and C5) and 8th (E8 and C8) postoperative day. The rats of the experimental group received intraperitoneal 5- fluorouracil (20 mg/kg/day) once daily for the first five postoperative days. An isovolumetric isotonic saline solution was administred intraperitoneal to the rats in the control group. The parameters studied were macroscopic aspects from abdominal wall and peritoneal cavity, anastomotic adhesions, tensile strenght of anastomoses and histologic evaluation of anastomoses by inflammatory response, vascular proliferation, fibroblast formation and collagen content. Nutritional conditions were checked on the basis of the body weight of the rats. Tensile strenght was mesured by the maximal tensil strengt (MTS) and the rupture tensil strenght (RTS). Macroscopic aspects were similar between groups and no anastomotic dehiscence was noted in the rats. The MTS was significantly higher in the rats of the control subgroup, compared with the experimental subgroup on the 5th postoperative day (p=0,0014). However, there were no significant differences between subgroups on 8th postoperative day. There was no significant difference in the RTS between the groups. The histological analysis showed a delayed healing of the anastomoses in rats that received 5-FU, on the 5th (p=0,0002) and 8f (p=0,0036) postoperative day. A significant body weigt reduction was noted on rats that received 5-FU, compared to the control group, on the 5th (p=0,0002) and 8th (p=0,0057) postoperative day. Therefore, according to the evaluated parameters in the present study, 5-fluorouracil adversely affected healing of colonic anastomoses in rats.pt_BR
dc.format.extent46p. : il., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digital.pt_BR
dc.subjectCirurgiapt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleEfeito do uso pós-operatório de 5-Fluorouracil na cicatrizaçao de anastomoses colônias em ratospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record