Show simple item record

dc.contributor.advisorCastor, Belmiro Valverde Jobimpt_BR
dc.contributor.authorSkora, Cláudio Marluspt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Sociais Aplicadaspt_BR
dc.date.accessioned2013-08-20T16:58:47Z
dc.date.available2013-08-20T16:58:47Z
dc.date.issued2013-08-20
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/31886
dc.description.abstractResumo: Na presente pesquisa analisa-se a influência da tecnologia de operações na estrutura organizacional no Serviço de Transplante de Medula Óssea (STMO) do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. A estrutura organizacional foi analisada por meio da complexidade, formalização e centralização nos períodos de tempo anterior e posterior à adoção do processo de transplantes de medula óssea entre não-aparentados. O método que caracteriza este trabalho é o estudo de caso, com obtenção de dados por intermédio de dados primários e secundários. As fontes primárias foram coletadas por meio de entrevistas semi-estruturadas realizadas com os atuais profissionais e os ex-profissionais da organização enquadrados em grupos de ação direta, apoio e geral. Publicações diversas e documentos internos compuseram os dados secundários. A análise de conteúdo e análise documental foram utilizadas para análise das fontes de dados. As conclusões resultantes da análise das variáveis indicam que não foi possível encontrar influências diretas com a incorporação do novo processo de trabalho na formalização devido a inexistência anterior de regras e procedimentos formalmente escritos para os grupos de trabalho médico e geral e pela constante alteração nos manuais de procedimentos do grupo de apoio. No que se refere à centralização verificou-se maior amplitude de poder de decisão para os grupos de trabalho médico e de apoio ocasionada pelas situações novas a que foram submetidos os componentes dos grupos, a partir da adoção do processo de transplante entre não-aparentados: em menor grau, para os integrantes do grupo geral, apesar da maior parte das decisões estarem concentradas no cargo de coordenador geral do STMO. Na complexidade verificou-se aumento de tarefas nos três grupos de trabalho. Em adição a pesquisa demonstrou aumento na complexidade da rede de relações inter-organizacionais no período posterior à incorporação do processo de trabalho de transplantes entre não-aparentados. Este estudo de caso reafirma que, mudança tecnológica induz a mudanças estruturais e que há concentração de poder no grupo, e na liderança do grupo, que está diretamente envolvido com a atividade operacional de execução do trabalho.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectInovações tecnológicaspt_BR
dc.subjectHospitais universitariospt_BR
dc.subjectHospitais - Administraçãopt_BR
dc.subjectSociologia organizacionalpt_BR
dc.subjectPolítica organizacionalpt_BR
dc.subjectCentros cirurgicos - Administraçãopt_BR
dc.titleTecnologia e estrutura organizacionalpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record