Mostrar registro simples

dc.contributor.authorKotsuka, Luziadne Katiuciapt_BR
dc.contributor.otherBleninger, Tobiaspt_BR
dc.contributor.otherFernandes, Cristovao Vicente Scapulatempopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambientalpt_BR
dc.date.accessioned2013-08-02T13:15:53Z
dc.date.available2013-08-02T13:15:53Z
dc.date.issued2013-08-02
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/31638
dc.description.abstractResumo: Os conceitos de Água Virtual (AV) e Pegada Hídrica (PH) têm sido muito utilizados como importantes indicadores de consumo de água, sendo cada vez mais aceitos na literatura. Água Virtual constitui a água incorporada em produtos e a Pegada Hídrica representa a água necessária para a produção de um produto. A PH é dividida em três componentes: Verde, Azul e Cinza. A PH Azul refere-se ao consumo de recursos de água superficial e subterrânea, a PH Verde inclui a água proveniente da chuva ou umidade do solo e a PH Cinza refere-se ao volume de água necessário para diluir carga de poluentes. Visando analisar a aplicabilidade dos conceitos Água Virtual e Pegada Hídrica como ferramentas de gestão de recursos hídricos, o presente trabalho revisou os principais conceitos, métodos e ferramentas utilizadas para mensuração da Pegada Hídrica, bem como fluxo de Água Virtual. Para tanto, foram analisados aspectos qualitativos e quantitativos destas ferramentas, a partir de um estudo de caso, conduzido a fim de estimar as Pegadas Hídricas de um produto agrícola (soja) e um produto industrializado (óleo de soja) com a utilização da metodologia WFN - Water Footprint Network. Os resultados indicaram que, em média, a PH da soja cultivada na região de Maringá, no estado do Paraná, é de 2.209,4 m³/t, composta por 1.792,7 m³/t de Pegada Hídrica Verde e 416,7m³/t de Pegada Hídrica Cinza. Em adição, a PH do óleo de soja produzido no município Araucária, também localizado no estado do Paraná, com soja oriunda do Mato Grosso, São Paulo e de Maringá, é de 6.201 m³/t. A análise da aplicabilidade dos conceitos de Água Virtual e Pegada Hídrica na gestão de recursos hídricos brasileira resultou na compatibilidade da ferramenta proposta com as considerações existentes. No que se refere ao instrumento de outorga, presente na gestão de recursos hídricos vigente no Brasil, foi observado que é considerada a Pegada Hídrica Verde, Azul e Cinza para concessão de outorga para irrigação agrícola. Nos planos de recursos hídricos, a ferramenta de Pegada Hídrica pode ser utilizada no processo de tomada de decisão sobre alocação do uso de água. Quanto ao instrumento da cobrança deve ser inserida a consideração da transposição de Água Virtual entre bacias.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.subjectAgua - Consumopt_BR
dc.subjectAbastecimento de águapt_BR
dc.subjectOleo de sojapt_BR
dc.titleAvaliação dos conceitos de água virtual e pegada hídrica na gestão de recursos hídricospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples